segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

O Último Dia de um Condenado

O último dia de um condenado -
 Victor Hugo 
(ed. Estação Liberdade)

Principalmente para os admiradores do autor e poeta Victor Hugo. Quem já leu alguma de suas obras, sabe que são leituras prazerosas, inteligentes e filosóficas. E não tem nada melhor do que ler um livro que te prenda durante a história inteira, daqueles que você não vê a hora de saber o que vai acontecer no final, mas quando está para acabar, não da vontade de parar de ler mais.

E "O último dia de um condenado" é exatamente assim, uma leitura prazerosa que prende o leitor do início ao fim, tipo de história que você viaja para dentro do livro e ve todas as cenas perfeitamente. 

INDICO, é uma leitura fácil, 188 páginas, e a divisão é feita pelos dias do condenado, ou seja, são passagens bem curtas. Caso se proponha a ler, acredito que em uma semana consegue terminar.

Trechos do livro:

Página 31
“Condenado à morte!
Já se vão cinco semanas que convivo com tal pensamento, sempre só com ele, sempre petrificado por sua presença, sempre encurvado sob seu peso!
Outrora, pois me parece que faz anos e não semanas, eu era um homem como outro qualquer. Cada dia, cada hora, cada minuto tinha sua ideia. Meu espírito, jovem e rico, era repleto de fantasias.”

Página 131
“Ora! Vamos, coragem diante da morte, tomemos esta terrível ideia com as duas mãos e consideremo-la de frente. Perguntemos a ela o que ela é, saibamos o que ela quer conosco, esmiucemo-la por todos os lados, perscrutemos o enigma e olhemos antecipadamente para dentro do túmulo.”

Dica: Eu que adoro livros, e normalmente compro vários, sou uma "traça" de sebos. Acho ótimo os títulos que a gente encontra que quase não existem mais, e os valores baixinhos. Apesar de que este eu comprei na FLIP de 2008.
Acho que muitos conhecem e até fazem o mesmo, mas tem o site Estante Virtual que você consegue ter uma base de valores, e se de repente se interessar e quiser comprar, vale a dica! ;)

0 Opiniões: