quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Flores em alta

As flores permanecem em altíssima tendência, com cores e formas diferentes. Adote as estampas florais e deixe seu look mais elegante
(Por Joyce Barreto Chicon - Matéria publicada na revista 7dias)

Estampas floral liberty
Fonte: Juslia
A proposta era ser destaque na primavera-verão, mas a tendência foi tão bem recebida pela mulherada que as estampas florais continuam e prometem contagiar quem ainda não aderiu o ano todo. A personal stylist, Anna Paula Monteiro, fala sobre essa moda e ensina como usá-la sem pecar no look.

É uma diversidade de estampas, flores de diferentes tamanhos, cores e nuances que dão destaques a várias peças de roupas e até calçados. Estas estampas proporcionam mais feminilidade para a mulher, e deixa o corpo mais delicado. “São alegres, românticas, e se forem combinadas com peças ‘Coringas’ como o preto e o branco, gera um look moderno e chique”, afirma Anna. 

Saiba usar

Segundo a personal Stylist, a moda floral está linda, mas tem que ter certo cuidado com o uso. “Atente-se em não misturar muitas estampas, de chique, seu look fica bizarro. Pois sofrerá um choque de informações”, alerta ela. “As gordinhas podem usar as estampas escuras e grandes, isso afina a silhueta, e esconde as imperfeições, pelo fato da pessoa estar acima do peso”, finaliza.

Fonte: Justlia

Combinar com o que?

“A regra é básica, usou casaco, blazer ou camisa florida, o restante do look deve ser neutro”, ensina Anna.  A mesma coisa vale para os acessórios florais como cintos, bolsas e calçados. Se for usar, deixe que apenas um dos acessórios ganhe destaque.


Para cada ocasião

Em ambientes mais formais como o seu trabalho, prefira flores menores e com cores mais suaves, assim, não perde o charme e fica discreta. “Os florais já remetem a informalidade, quanto maior as flores, mais descolado o look fica. As estampas menores e mais discretas são chamadas de ‘floral liberty’”, explica.

Cuidado, se optar pelas flores na roupa, evite nos acessórios e vice-versa. “Esqueça a combinação entre calçado e a bolsa, nada de coordenar 0os acessórios, é necessário haver um equilíbrio”, pondera a especialista.


Vá de vestido

Os vestidos floridos podem ser usados em todas as ocasiões, até em festas de casamento, sempre com bom senso. “Somente no trabalho temos que pensar nas regras internas, e quando usar, as estampas precisam ser discretas e o comprimento maior e sem decotes”, explica.



Posted on quinta-feira, janeiro 28, 2010 | Categories:

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Xô, pernilongo!


Saiba como ficar bem longe de zunidos e picadas que tiram o sono e até podem causar doenças



Por Joyce Barreto Chicon

Quem nunca perdeu o sono com o zunido de um pernilongo que atire a primeira pedra. Esses intrusos e inconvenientes insetos típicos de temperaturas elevadíssimas são determinados: atormentam a vida de qualquer um. Eles pousam na pele, picam e causam coceiras insuportáveis, mas essa picada pode provocar sérias alergias e riscos à saúde, como a transmissão de febre amarela, malária, filariose, dengue e erisipela uma infecção da pele causada pela bactéria que se propaga pelos vasos linfáticos.

Existem cerca de 4 mil espécies espalhadas no mundo. Eles precisam de sangue humano para formar e nutrir seus ovos colocados na água. E é nesse calor intenso, que o metabolismo dessas pragas aumenta e eles aparecem para o fim do nosso sossego.



Bem, e já que ainda não existe uma fórmula mágica para exterminar a espécie, saiba que é possível evitar a sua presença tão indesejada, assegura o biólogo Jair Rosa Duarte, da Associação Brasileira do Controle de Vetores e Pragas. “Sabendo que esses insetos precisam de água para se proliferar, portanto é fundamental evitar qualquer tipo de acúmulo de água em locais como terrenos baldios, jardins e valas. Se a proliferação vem de um local público, comunique imediatamente a Secretaria Municipal de Saúde do Centro de Controle de Vetores do seu município”, ensina o especialista.

E já que se trata de um inseto noturno, mais uma dica para eliminá-los de uma vez por todas: feche portas e janelas ao entardecer, use mosquiteiros, principalmente em berços, e telas nas janelas para impedir a invasão desses audaciosos vilões de nossa paz. Matá-los com inseticidas também funciona, mas atenção: a composição de alguns produtos é prejudicial à saúde especialmente de crianças e animais domésticos.

Seus aliados



Outro método infalível contra o voador estressante são as raquetes elétricas criadas para matar insetos, literalmente em uma tacada só. É eficiente, pois mata instantaneamente assim que o inseto encostar-se no metal da raquete, o que causa um choque elétrico imediato. Mas o método é apenas paliativo para os intrusos que ousarem a invadir a sua casa.

A melhor forma ainda está na prevenção, mantendo os ambientes sempre limpos e arejados. Nos dias de chuva, fique atenta aos locais que podem acumular água parada e evite que isto aconteça. A higiene do ambiente é muito importante, repare no lixo e sempre que estiver acumulado, retire-o e substitua o saco da lixeira por um novo. Se optar por encher a casa de inseticida, tranque as janelas e aplique o veneno, logo após tranque as portas e deixe-o agir por cerca de 30 minutos. Repita a operação quando ao anoitecer, nos horários entre 18h e 19h. E não se esqueça de checar se ainda resta algum cheiro nos ambientes antes de voltar a ocupá-los.

A ação dos repelentes


É importante salientar que os repelentes devem ser usados com moderação, indica Duarte. Eles não devem ser reaplicados com intervalos inferiores a duas horas, diz ele. Sua durabilidade na pele varia de acordo com grau de transpiração. Em pessoas mais sedentárias, eles agem por mais tempo. Hoje existe no mercado repelentes de ação prolongada o que também pode ser uma alternativa. “O repelente também é considerado um paliativo nessa frenética intenção de se livrar dos pernilongos, pois é repelido somente em quem o usa, mas não mata o inseto”, observa o biólogo.

Você sabia?
A coceira gerada pela picada de insetos como pernilongos, pulgas e borrachudos é consequência de uma proteína estranha de histamina transmitida através da saliva dos insetos. Ao coçar, através das unhas, você poderá facilitar a contaminação da pele, gerando dermatoses graves. 


Publicado na revista 7dias edição 346


Posted on terça-feira, janeiro 26, 2010 | Categories:

domingo, 10 de janeiro de 2010

Vá para Campos do Jordão

Horto florestal em Campos do Jordão - São Paulo
Foto por Joyce Barreto
Sabe aquele lugar que você adora, se sente bem e completo sempre que está lá?
Eu tenho o meu lugar preferido, onde passeio, visito parques, locais turísticos, e sempre acho tudo uma delícia, e repito tudo sempre que estou lá, e sem me cansar. Estou falando de Campos do Jordão em São Paulo. Quem conhece, dificilmente acha ruim. Famoso pelos grandes festivais de inverno no mês de julho. Eu gosto em qualquer época do ano, é uma cidadezinha bonita e organizada, as pessoas são sempre receptivas, apesar de na maioria das vezes haver sempre muitos turistas.

Costumo ir sempre na segunda semana do mês de janeiro, nesta época a cidade já está mais vazia, os preços dos produtos nas lojas caem consideravelmente. Aproveito para comprar malhas e roupas de frio, já vou me preparando para o próximo inverno, e pago barato nas peças. A variedade é enorme, além de lojas, os moradores de Campos, montam seus quiosques e vendem suas produções, roupas, sapatos e adornos, tudo o que você pode imaginar que está diretamente ligado ao inverno, você encontra lá!

Uma dica de passeio, que adoro ir quando estou em Campos, é no Horto Florestal, é bonito, bem colorido por causa das diferentes flores, para quem gosta de trilhas, pode escolher uma de meia hora ou a de duas horas completas para apreciar lindas cascatas, além de uma paisagem lindíssima que dá gosto de ver. Sem contar que é ótimo para refletir, passar um tempo com quem você gosta e tomar um sorvete refrescante em dias de muito sol.

Costumo ir em Outubro também, que o Outono toma conta da cidade e fica um clima gostoso e apaixonante, ótimo pra ir a dois, a cidade realmente fica romântica. 

Horto Florestal em Campos do Jordão em São Paulo
Foto por Joyce Barreto Chicon

Ainda no início do mês de janeiro a cidade ainda está enfeitada por causa de Natal, é muito bonita de dia, mas de noite você aprecia as luzes que iluminam a arquitetura, as praças, os restaurantes e ruas. É lindo! Quem puder visitar em Dezembro verá que é magnifica.

Praça dos quiosques e ferrovia
Foto por Joyce Barreto Chicon

Praça dos quiosques e ferrovia
Foto por Joyce Barreto Chicon


Trem que transita por toda cidade
Foto por Joyce Barreto chicon


Loja de Variedades
Foto por Joyce Barreto Chicon

Morro do Elefante

Para chegar no ponto turístico "morro do elefante", há acesso por uma estrada, que os turistas seguem de carro, há local para estacionar, e sem custo. mas para quem gosta de um pouco mais de aventura e quer admirar a paisagem do alto, vá de teleférico que sai da praça dos quiosques e sobe até o morro, o valor de ida e volta é R$10,00. E quando você estiver bem próximo do destino, sorria você estará sendo fotografado. É isso mesmo, e não demora muito para seu rosto sair em um pequeno chaveiro que custa em torno de R$10,00, mas aí, você leva se quiser.

Teleféricos
Foto por Joyce Barreto Chicon

Um pouquinho de Campos do Jordão de cima do teleférico
Foto por Joyce Barreto Chicon


De cima do teleférico
Foto por Joyce Barreto Chicon


Posted on domingo, janeiro 10, 2010 | Categories: ,

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Inimigo do sol e da vaidade

 
 
Muito cuidado com os procedimentos estéticos nesta época do ano. No lugar de um bronzeado invejável, você poderá ganhar marcas irreversíveis na pele

Por Joyce Barreto Chicon

O verão é a estação mais desejada do ano, principalmente para os praieiros de plantão. Fica difícil resistir à tentação de expor-se ao sol e ficar com aquele bronzeado impecável. Mas o que poucos sabem é que por mais cuidados que você tenha, nunca é suficiente para proteger-se e a exposição excessiva ao sol é sempre uma ameaça à saúde.

As mulheres costumam se cuidar ainda mais nessa época, e aderem alguns tratamentos estéticos que requerem mais cuidados do que elas imaginam. As clínicas de estéticas faturam bem mais nessa época, e os tratamentos mais procurados são os para secar varizes, aplicar botox, peeling, depilação de laser, além de tratamentos para redução de medidas.

O problema é que quando você se submete a tratamentos como esses e se expõe ao sol, o efeito de todo esse sacrifício e investimento pode ser o inverso do esperado, causando manchas e até queimaduras graves na pele. Portanto é fundamental que determine um curto tempo de exposição ao sol. De no máximo 20 minutos por dia, e evite o sol das 10h e 15h.

Em primeiro lugar: informe-se com seu médico sobre os cuidados essenciais pós-tratamento. Se optar pelo Botox, por exemplo, deverá evitar qualquer exposição aos raios solares por 48 horas e não tomar Sol durante 30 dias. Mesmo depois do tempo determinado, fique atenta aos hematomas que podem ser potencializados pelo Sol.
 
 
 
 
PEELING
 
No caso de qualquer tratamento a laser, seja peeling ou depilação, as recomendações são semelhantes ao Botox. Evite o Sol durante um mês para que haja tempo da pele ser renovada completamente. “Para qualquer tratamento estético, em geral, o Sol deve ser evitado por 30 dias, no mínimo, para algumas pessoas é necessário até mais tempo. Cada caso é um caso. Por isso, é importante seguir as recomendações médicas para evitar manchas e marcas irreversíveis”, adverte a dermatologista Daniela Graff.
 
 
 
 
 
 
 
TATUAGEM
 
Desenhar a pele com agulhas também requer mais atenção nesta época do ano. Os desenhos desejados podem ser transformados em cicatrizes horríveis com a exposição solar, além de aumentar os riscos de inflamações. A lesão é superficial e por volta de sete a dez dias o ferimento terá uma aparência melhor, mas a cicatrização total ocorre dentro de um mês. Neste caso, a recomendação é higienizar a região sempre, lavando-a muito bem com sabonete neutro e bastante água numa temperatura morna para fria. Ah! E evite as tatuagens de henna, pois elas podem causar uma alergia que poderá transportá-la da praia direto para o hospital. Se insistir nisso, antes de aderir, faça o teste da tinta em uma região inferior da pele. Se nada der errado, escolha o seu desenho à vontade.
 
 
ESTRIAS, VASIOS E VARIZES
 
Os tratamentos para estrias ou para secar vasos e varizes seguem as mesmas recomendações. Mas a melhor indicação é aderir ao tratamento no inverno, quando pernas e bumbum estarão menos expostos. Para evitar reações e efeitos contrários, abuse dos líquidos, beba água frequentemente e mantenha sempre uma boa alimentação, é importante manter-se hidratada. Com um corpo enxuto e hidratado dificilmente você terá de se preocupar com celulites, estrias, vasos e afins! Independente do tratamento realizado é importante prestar atenção às reações da pele após cada procedimento. E a alimentação também entra no rol dos cuidados: evite consumir frutas cítricas. “E quando for expor-se ao Sol, prefira o horário até às 10h ou após as 16h”, alerta a dermatologista, salientando para a importância do uso do protetor solar no dia-a-dia. Espalhe o produto no corpo todo, sempre seguindo a recomendação de duas colheres (sopa) a cada aplicação.
 
 
 
 
Remédio X Sol: inimigos mortais (BOX)
 
 
Daniela lembra que fazer uso de antiinflamatórios, antibióticos, anticoncepcionais e remédios para o coração que têm na composição amiodarona ou tetraciclina e tomar sol é extremamente prejudicial à saúde. Se este é o seu caso, converse com seu médico. A combinação pode deixar seu rosto todo roxo, potencializar o risco de queimaduras, erupções e reações alérgicas até mesmo após um curto período de exposição aos raios ultravioletas. Medicamentos à base de isotretinoina e etinólicos também causam danos à pele. E jamais use cremes com ácido retinóico e clareadores antes de ir se bronzear. Eles também causam manchas e irritações.
 
 
 
 
 
Cabelos também reagem
 
 
Se tingir os cabelos nesta época do ano, também deverá tomar alguns cuidados. De acordo com Daniela, o contato com o sol, mar ou o cloro da piscina pode desbotar e até ressecar os fios. Se for colorir as madeixas, faça hidratações regularmente, lave-o com xampu e condicionador recomendado pelo seu dermatologista e use muito creme no mar ou na piscina para evitar danos causados pelos raios solares. Tudo entendido? Então, cuide-se para ficar sempre bonita, bem cuidada e principalmente evitar surpresas com o poderoso sol.
 
 
 
 
 
 
 
 
 Publicado na revista: 7dias com você, edição 346
 
 
Posted on quinta-feira, janeiro 07, 2010 | Categories: