domingo, 28 de fevereiro de 2010

Como uma Drag Queen

Matéria publicada na edição 349 - Revista 7dias
Inteligente, elegante e bem-humorada. Incremente essa essência exuberante ao seu dia e seja uma mulher com M maiúsculoPor Joyce Barreto Chicon


Na casa mais vigiada do Brasil, a drag queen Dicésar Ferreira, também conhecido como Dimmy Kier, está dando o que falar. É inteligente, compreensivo e dona de uma autenticidade invejável. Características marcantes desses personagens exuberantes que têm atitude pra dar, vender, emprestar e, melhor, transitam como ninguém pelos universos feminino e masculino! Por isso, é bom saber: tenha sempre uma drag como aliada, pois nós mulheres temos muito a aprender com elas. No show bizz, Nany People é uma representante fiel da categoria e explica que as drags nasceram para incrementar o imaginário das pessoas. “Depois que tiramos a fantasia, somos um homem normal, como Dicésar”, garante ela, dizendo que a mistura de ingredientes como atitude, simpatia e bom humor é a receita para qualquer pessoa ser feliz, independente do sexo.
Conquiste com Nany People
Antes de garantir um look maravilhoso, um andar invejável e uma ótima postura, seja inteligente e mantenha o bom humor, sugere Nany People. Esta é a receita para cativar qualquer homem, assegura. “Mas debaixo de qualquer produção deve haver um cérebro. Do contrário, sempre errará”.  Assim como as drags se inspiram nas mulheres, pois fazem questão de passear e admirar nosso universo sempre que estão com suas perucas esvoaçantes, um salto “luiz XV” e uma maquiagem avassaladora, nós também temos muito que aprender com elas, especialmente no quesito ousadia com inteligência. As drags ficam sobre saltos altíssimos durante horas, fazem shows, dançam e se movimentam como ninguém. “A drag anda 20cm acima do mar”, brinca Nany People. Para conquistar o amado, ela dá outra dica: “Deixe a espontaneidade predominar e valorize a beleza que tem. A vaidade é importante até certo ponto. É bom se cuidar e tirar um tempo do dia para investir na aparência, mas, acima de tudo, é primordial se amar em primeiro lugar. Assim, transmitirá segurança e confiança em qualquer circunstância”, ensina. O preconceito, assinala, existe em todo o lugar. “Eu nunca deixei de fazer nada por ser drag, gay e transexual. A pessoa não escolhe ser gay, ela nasce gay, o que escolhe ser gay é burro, pois ignoram a maravilha de ser o que é”, alfineta.  Então, já sabe: para ser uma grande mulher é preciso ter força de vontade, perseverança e alto-astral, assim contagiará todos ao seu redor. Palavra de uma drag queen!


quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Absorvente interno sem tabu


Incomoda, dói, tira a virgindade. Ignore os mitos e usufrua dessa comodidade com muita liberdade durante aqueles dias...


Por Joyce Barreto Chicon

A menstruação é o período que mais mexe com a estabilidade de nosso corpo: dor, desconforto, e muitas vezes constrangimento quando o fluxo é mais intenso. Para algumas mulheres, a situação fica ainda pior quando ela vem em meio a planos de ir à praia ou à piscina. Isso porque usar absorvente íntimo ainda gera dúvidas, preocupações e até mitos, como perda da virgindade, dor e vazamento. Se você é uma dessas que resistem aderir a essa comodidade moderna, temos bons motivos para mudar os seus conceitos, a ginecologista Rosa Maria Neme garante: Ao contrário do que muita gente imagina, os absorventes internos são confortáveis, discretos e seguros, sim. Deixa você mais a vontade, permitindo-lhe aproveitar ao máximo os momentos em que com os convencionais não permitiriam. Isso tudo sem contar com a higiene íntima da mulher. Os tamanhos variam de acordo com o tipo de fluxo. Tire suas dúvidas e aproveite melhor o verão com esse aliado dentro de seu necessaire.

Choque tóxico
Doença grave causada por infecção por cepas de staphylococcus aureus, observada com maior frequência em mulheres menstruadas que fazem uso de tampões vaginais de alta absorção. Pode surgir diante de uma contaminação pela toxina da bactéria estafilococo dourado. O uso correto do absorvente interno, com troca regular a cada 4 horas (no mínimo) e 8 horas (no máximo), pode evitar a infecção. A síndrome atinge duas mulheres a cada 10 mil por ano.

A ginecologista Maria Neme responde:

A cordinha arrebentou
O absorvente interno é seguro e resistente, a cordinha é comprida e fica bem presa à base. Dificilmente estoura, mas pode acontecer. Mas calma, não se preocupe, é fácil de removê-lo, puxe o absorvente interno de dentro da vagina com os dedos, caso ficar receosa e tiver dificuldades, procure ajuda de seu ginecologista imediatamente para que ele possa removê-lo.

Sofro de Candidíase. Posso usar?
Pode sim. O absorvente interno não influencia de forma alguma no tratamento ou na revolução da doença.

Posso dormir com ele?

Pode, mas desde que o absorvente seja colocado na hora de dormir e retirado assim que você acordar.

Infecção
É difícil um absorvente interno ser o estopim de uma infecção. Somente se permanecer na vagina mais tempo do que o permitido. Portanto, fique atenta.

Tamanho ideal
Em geral, varia de acordo com o fluxo menstrual. Se for muito excessivo, melhor usar o super. Caso contrário, prefira os tamanhos menores.

Irritações e corrimentos



Os absorventes internos, na maioria dos casos, não oferecem nenhum risco à saúde da mulher desde que sejam usados de forma correta e manipulação cuidadosa e higiênica.

Tira a virgindade?
Quem nunca teve uma relação sexual também pode usar sem medo. Não há nenhum risco de romper o hímen, mas pode causar um pouco de desconforto na primeira colocação. É Claro que para quem nunca usou, deve haver cautela, o absorvente nunca deve ser empurrado de profundamente.

Dor e desconforto
Não dói e também não oferece nenhuma sensação de desconforto para a mulher. Basta saber aplicá-lo de forma correta. Se doer, é porque não foi bem posicionado. A mulher que usa o interno, muitas vezes até esquece que está de absorvente, isso é muito comum.

Posso permanecer com ele molhado?



Pode. A troca só deve ser realizada em um período de aproximadamente 2 horas após o contato com a água para evitar possíveis infecções.

Vaza ou não vaza?
Há risco de vazar se o fluxo menstrual for muito intenso. Por isso, existem tamanhos diferentes e, neste caso, a troca do absorvente deve ser realizada em um período de tempo mais curto.

Hora de fazer xixi
Não é necessário retirar o absorvente para ir ao banheiro, por exemplo. O absorvente é colocado no canal vaginal e a urina sai pela uretra que se localiza logo acima da abertura vaginal. Por isso, se for fazer xixi, apenas segure a cordinha adaptada no produto por trás para não molhar.  

Publicado na revista 7dias com você edição 347

Posted on quinta-feira, fevereiro 25, 2010 | Categories:

Aposente seus óculos


A liberdade ao seu alcance. Com a cirurgia a laser, em 15 minutinhos, você estará enxergando tudo bem melhor, e sem precisar de mais nenhum artifício

Por Joyce Barreto Chicon

Você já pensou em acordar e não precisar mais dos óculos para enxergar o mundo a sua volta e, de quebra, dar um up no visual? Chris Flores, apresentadora do Hoje em Dia, fez a correção a laser. Ficou linda e bem mais a vontade à frente do matinal da Record. Seu rosto ganhou leveza e evidenciou seus traços. Conhecida como fotorrefrativa, a técnica corrige problemas comuns de visão como miopia, hipermetropia e astigmatismo. Os feixes do laser são aplicados sobre a córnea, com a proposta de remodelar a região ocular, proporcionando uma visão mais nítida, seja zerando ou diminuindo consideravelmente os graus de deficiência. Chris usava 3 graus de miopia no olho esquerdo e 2,5 no direito. Agora, ela só comemora os resultados. “Usar óculos não me incomodava, mas me limitava. Adoro dançar e não me identifico com as lentes de contato. Quando ia à praia, era complicado para entrar no mar porque sempre molhava os óculos”, conta. 

Atenção: Nem todos os casos necessitam de cirurgia, se o grau for muito baixo é bom evitá-la, isso porque os próprios médicos consideram desnecessários.



Cuidados, benefícios e custo
Antes de se submeter à cirurgia, é necessário fazer um exame oftalmológico completo. Para maior segurança na operação, o paciente precisa ter idade superior a 18 anos, ser isento de outras doenças oculares, e se mulher, não estar grávida. O custo varia entre R$ 1.500,00 e R$ 2.000,00, por olho. “A cirurgia leva cerca de 40 minutos. Os dois olhos podem ser operados ao mesmo tempo. A recuperação leva cerca de 24 horas, é um processo rápido. O afastamento do trabalho geralmente é de apenas um dia”, explica a oftalmologista da Clínica de Olhos São Francisco de Assis, no Rio de Janeiro, Liana Toffano Coutinho. É importante tomar alguns cuidados após a cirurgia, como evitar coçar e esfregar os olhos, ficar em ambientes condicionados e não forçar a vista, ficando muito tempo em frente ao computador, por exemplo. “Fiz a cirurgia no dia 18 de dezembro e precisei ficar 15 dias sem usar maquiagem. O resultado foi super positivo, fez uma diferença enorme”, conta Chris.


E os riscos?
As chances de riscos no processo operatório são as mesmas de qualquer cirurgia, mas as chances de complicações são mínimas, garante Liana. “Sempre que perceber que os olhos estão secos, pois ficamos expostos o tempo todo à poluição, peça ao seu oftalmologista a prescrição de um colírio para o seu caso e não dispense os óculos escuros com lentes confiáveis quando estiver exposta à luz solar”, recomenda. A cirurgia a laser é recomendada para pessoas que possuem entre 2 e 6 graus. Para pacientes com deficiência superior a 7 graus, existem tratamentos mais específicos, mas tudo dependerá da espessura da córnea do paciente.



Volta ou não volta
Uma das dúvidas mais frequentes no consultório é se o grau pode voltar a subir após a cirurgia ocular. Segundo a oftalmologista, não. “O que pode acontecer é que depois dos 40 anos, o paciente pode adquirir a presbiopia (a famosa vista cansada) um quadro muito comum nessa fase da vida. Para esse problema ainda não há tratamento de conversão”, diz Liana. “Após a cirurgia, a autoestima dá uma levantada. É um ótimo investimento. Recebi muitos elogios. O retorno foi melhor do que esperava. Estou muito feliz!, conclui Chris.


Entenda as deficiências
Miopia
Dificuldade de enxergar de longe. Quem sofre do problema, sente os raios de luz atingir um ponto antes da retina.

Astigmatismo
A imagem é distorcida tanto para longe quanto para perto. Os raios de luz não se formam num mesmo ponto.

Hipermetropia
Há dificuldade de enxergar de perto, porque os raios de luz atingem um ponto atrás da retina.

Presbiopia
Mais conhecida como vista cansada, a visão é pior para perto. O problema atinge a população após os 40 anos e ainda não há reversão.

Posted on quinta-feira, fevereiro 25, 2010 | Categories: ,

Dieta e malhação para gestante

Revista 7dias com você, edição 347

Com bom senso e acompanhamento médico, você não vai ter o menor problema para voltar a exibir curvas irresistíveis após esse período

Por Joyce Barreto Chicon



Por Joyce Barreto Chicon

Gravidez não é doença e cuidar do corpo enquanto o bebê cresce na barriga é fundamental, não apenas para evitar um ganho de peso excessivo (o maior temor das grávidas vaidosas), mas para diminuir o estresse, aumentar a resistência física da mulher na hora do parto, melhorar a contração e evitar a flacidez ou a famosa “barriga de avental” pós-parto. Com medo de sofrer para voltar às curvas perfeitas depois de ganhar o bebê, como aconteceu em sua primeira gestação entre 2007 e 2008, quando engordou cerca de 15kg em sete meses, Scheila Carvalho adotou um programa de malhação específico e uma alimentação balanceada para a sua atual condição física. 

No quarto mês de gestação, ela tem engordado, em média, 1kg  por mês. “Mantenho meu hábito alimentar, mas agora minha dieta é rica em carboidratos e proteínas para sustentar o bebê e a mim mesma. Estou um pouco enjoada do pão integral, então eu como pão de sal normal, mas tiro o miolo. Também como ovos sem gema e aipim que é rico em carboidratos, arroz integral, um pedaço de frango e também muito suco natural”, revela a morena. Vale lembrar que todo cuidado é pouco nesta fase. Existem exercícios físicos específicos para gestantes que, inclusive, melhoram a função intestinal, o sono, aumenta a flexibilidade e a musculatura. Mas jamais ignore o estágio da gestação. Portanto, os exercícios devem ser moderados mês a mês. Paralelo a isso, caminhe mais. A atividade a deixará mais disposta!

De olho no prato

Iwi Onodera / para EGO

A alimentação durante a gravidez deve ser balanceada e variada. Assim, você fica de bem com a balança e ainda garante o desenvolvimento saudável do bebê. “Nos finais de semana eu saio da dieta, porque ninguém é de ferro (risos), como arroz natural e doces. E falando em doces, nesta gravidez tenho sentido muita vontade de comê-los, então me dou ao luxo de vez em quando”, conta Scheila, acrescentando que come dentro do limite e privilegia os alimentos que fazem bem para ela e para o bebê. “A gestante deve se alimentar para ela e a criança e não pelos dois. Odeio brócolis, mas estou comendo porque sei que faz bem para o bebê. Nunca exagero, pois quanto mais a mulher engorda, mais dificuldade terá de emagrecer depois”, alerta.

Receita contra estrias


Mais vaidosa do que nunca neste momento, Scheila revela outro medo que pode depor contra a beleza após o parto: estrias, vasinhos e afins, incentivados pelo estica-e-puxa da gestação. Para evitar o problema, ela mistura óleo de amêndoas a creme com ureia e passa pelo corpo diariamente. “Uso protetor solar sempre, tomo Sol só na parte da manhã e um pouco nos bicos dos seios para não rachar, durante 15 minutinhos”, completa.

Cuidados pós-parto


Após o parto converse com seu médico e siga as recomendações e restrições da quarentena. Não se desespere para voltar ao peso logo e nem malhe além dos limites recomendados pelo seu médico. Amamente muito, pois é uma forma de eliminar as calorias de forma mais rápida. Faça exercícios relaxantes, caminhe e mantenha a alimentação saudável. Uma dieta de origem vegetal é energética e de baixo valor calórico, além de prevenir contra câncer, diabete e doenças cardiovasculares. O leite materno contém galactose (açúcar que o leite de vaca não possui). Por isso, protege o bebê de diversos problemas de saúde, como alergias, infecções e complicações gastrointestinais. Além disso, é bom reforçar: o leite materno assegura um desenvolvimento mental maior e melhor equilíbrio emocional da criança.

Vale lembrar: É fundamental que a mãe amamente seu bebê até os seis meses de vida, nada menos que isso e nem mais que isso.

Palavra do personal


Jefferson Lima, personal trainer de Scheila Carvalho há dois anos, explica que os exercícios durante a gravidez variam de acordo com corpo, costumes e atividades da mulher antes da gestação. “A Scheila se dá bem com a musculação porque faz exercícios há muito tempo. A ideia é atingir a resistência muscular e eliminar o ganho de gordura excessiva”, explica. Segundo ele, a gestante deve fazer o acompanhamento de rotina com o médico e levar o diagnóstico para o personal estabelecer o cronograma de atividade física, com acompanhamento mês a mês. “E se a mulher se sentir cansada, sem disposição para continuar, prescrevemos alongamento, ioga, hidromassagem e exercícios mais relaxantes”, indica. “Tenho um problema sério de retenção de líquido, então não dá para ficar parada. Faço esteira e outros aparelhos que ativam a circulação, mas não abuso. Tento manter tudo saudável, tanto que só descobri que estava grávida porque a menstruação atrasou, não senti enjoo e nem mal-estar”, revela a morena, linda em seus 66,5kg.




terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Essências que curam

A aromaterapia pode ser uma solução para alguns de seus problemas, procure um especialista e veja os benefícios dos óleos essenciais

(Por Joyce Barreto Chicon - Matéria publicada na revista 7dias)


Florais de Bach

Terapia que cura através dos aromas, esta é a definição da palavra aromaterapia, é um ramo da medicina que para tratar diversas doenças. São usados óleos naturais. São extraídos de flores, raízes, folhas, sementes, ervas, madeiras e resinas. Eles possuem uma combinação de substancias químicas que interagem com o corpo de maneira direta.

Tratam problemas físicos, mentais e emocionais, para cada doença há um óleo específico que age de maneiras diferentes. Normalmente em Spray, é utilizado nos ambientes, pode ser espirrado quantas vezes e onde a pessoa preferir. Uma substância aquosa não dilui na água, e sim em álcool, líquidos orgânicos, gorduras e outros óleos.

A terapeuta de florais Maria Aparecida das Neves explica que existem vários óleos essenciais que ajudam a eliminar problemas. “Antes de adquirir, é importante que a pessoa consulte um terapeuta especializado no assunto, pois ele deve prescrever qual o mais indicado para cada um, ele irá analisar as queixas do paciente”, explica a especialista.

Principais óleos essenciais
Entenda o que cada óleo pode fazer por você, a terapeuta numera os principais e os define:

Lavanda é um harmonizador, anticético, cicatrizante, proporciona equilíbrio mental, ajuda em casos de insônia, de ansiedade e raiva, possui diversas outras funções que acalmam.


Flor de lavanda


Alecrim conhecido como Rosimere, atua direto no sistema nervoso central, é ótimo para preparar a mente para enfrentar as tarefas diárias, proporciona mais disposição e energia durante o dia.

Flor de Alecrim

Cítrico usado para tratar dores de garganta, infecções, além de despertar alegria.

Floral cítrico


Gerânio é o melhor óleo para feminilidade, age em crises de TPM, geralmente o aroma é mais delicado, regenera a pele e trás outros benefícios para a mulher.

Flor gerânio

Manjericão trabalha contra espasmos musculares, combate o estresse e ansiedade.



Flor de manjericão

Gengibre é ótimo para estimular o apetite e combater dores de cabeça.

Flor de gengibre

Mirra é usado muito em cerimônias religiosas, trata pele irritada, rachada ou envelhecida.


Flor de Mirra


Cipréste trata a pressão baixa e problemas circulatórios.

Flor Cipréste
Junípero usado para massagens contra artrite, varizes, má circulação e outras.

Junípero Chinês

Olive contribui para a recuperação da energia vital e o resgate da paz interior, da harmonia e equilíbrio.

Flor de olive

Entrevista com a terapeuta de florais Maria Aparecida da Neves.


Posted on terça-feira, fevereiro 16, 2010 | Categories:

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Abandonando o barco

Matéria publicada na edição 348 - Revista 7 dias

O que fazer para manter todos seus direitos preservados quando já não é mais possível voltar à empresa, nem mesmo para dar tchau!

Por Joyce Barreto Chicon

No BBB 10, a policial Anamara corre o risco de ser presa por abandono de trabalho
Já pensou em jogar tudo pro alto e não voltar nunca mais à empresa? Você talvez não seja a única, mas antes de colocar isso em pauta, pense em todas as consequências que podem arrasar com sua carreira profissional. No Big Brother Brasil, a policial Anamara Barreiro corre o risco de ser presa ao sair do reality show. É que quando ela soube que participaria do programa, pediu férias da corporação, onde deveria retornar até 2 de fevereiro, Mas como tudo indica que não conseguirá sair da casa antes disso, poderá pegar de seis meses a dois anos de detenção por não ter licença de se ausentar. O comportamento da sister é caracterizado abandono de emprego que consiste em falta grave e até justa causa, alerta o advogado Ângelo Carbone. Para quem tem carteira assinada, explica, só é considerado abandono de emprego com 30 dias de ausência, sem justificativa. “Neste caso, o funcionário será convocado a comparecer em um período de 24 horas e o não comparecimento implica justa causa”, adverte Carbone. Buscar crescimento e algo melhor para a carreira sempre é valido, mas com prudência, tire um tempo nas folgas e nas horas vagas para ir atrás de algo que julgue melhor. Não abra mão de tudo sem pensar. Lembre-se: arrumar um bom emprego é o mesmo que achar uma agulha em palheiro. Não é impossível, mas está difícil pra todo mundo.

Punições
Se abandonar o posto, o funcionário perderá não receberá seus benefícios previstos em contrato e nem o seguro-desemprego. Cabe ao patrão descontar a falta do aviso prévio e as férias. Se faltar por saúde, deve ligar e avisar ao chefe, retomando á empresa com atestado médico. O documento deve ser outorgado por uma entidade pública (pronto-socorro, hospital municipal ou estadual, ou médico do INSS).

A morena não teve receio de preferir o programa à carreira
“Meu patrão é um pilantra”
É evidente que o empregado não deve ser cúmplice de ações ilícitas na empresa. Neste cenário, procure um advogado e entre com uma ação trabalhista pedindo a declaração da rescisão indireta do contrato de trabalho. Também não esqueça de buscar indenização por danos morais. Por fim, se for processada ou mesmo presa pelas práticas ilegais do patrão conte a verdade, informe que desconhecia que os atos que estava praticando em nome do dono da empresa era crime e auxilie a justiça no desfecho do caso. “Estava trabalhando há dois meses como secretária num consultório de advocacia. Um dia, meu chefe me pediu pra levar uma caixa de arquivos ao porteiro. Cumpri a determinação. Quando voltei, ele estava ao telefone dizendo que o problema estava resolvido e que a caixa não estava mais no escritório. Não deu cinco minutos e a polícia apareceu procurando a tal da caixa. Fiquei assustadíssima e sem reação. Não pensei duas vezes: no outro dia pedi demissão”, conta Letícia Ramos. “Agindo como ela, certamente você será absolvida e terá seus direitos preservados”, assegura Carbone.


quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

A nova lei do inquilinato

Ela acaba de entrar em vigor e já manda um recado aosAdicionar imagem maus pagadores reincidentes: eles não terão chance de se redimir

Por: Joyce Barreto
A nova lei do inquilinato, em vigor desde 25 de janeiro, tem gerado algumas polêmicas e dor de cabeça aos inquilinos maus pagadores. É que agora, se eles não seguirem as normas da nova lei, poderão ser despejados em até 30 dias. A lei traz benefícios principalmente para os locadores e os locatários que estão sempre em dia com as contas de seu aluguel. “A lei é boa para os dois; O locador adquire mais segurança e o locatário será beneficiado porque terá mais imóveis para alugar e com preços mais acessíveis”, afirma o advogado da OAB-SP, Edwin Brito. As mudanças, segundo ele, visam agilizar, garantir e assegurar os contratos.

Principais mudanças
Se o inquilino atrasar o aluguel, ele poderá ser despejado. Antes, a ação levava cerca de 14 meses para ser sentenciada. Esse prazo caiu para quatro meses e pode ser solucionado em primeira instância em até um mês. O valor do depósito do aluguel também sofreu alterações. Antes, esse valor correspondia ao patamar de 12 a 18 meses de estadia no imóvel. Com a nova lei, deve ser equivalente a um valor que corresponda entre 6 e 12 meses de aluguel. O locatário terá um limite para atrasar o aluguel de apenas uma vez durante dois anos. Se fugir às regras, o locador também poderá levar o caso à justiça e o inquilino pode ser despejado também por isso. A desocupação do imóvel varia entre 15 e 30 dias, voluntariamente. Se descumprir a determinação legal, será despejado, um benefício para o dono do imóvel. Já para os imóveis comerciais, o prazo de seis meses foi reduzido para 30 dias. “É essencial que os inquilinos se organizem quanto às mudanças dos prazos. Diante de qualquer problema, deve contatar o dono do imóvel e entrar em um acordo assegurando-o da quitação das pendências e deixando-o ciente de suas condições. Assim, evitará maiores transtornos. O importante é já se adaptar à nova lei”, aconselha Brito.

Contrato


Se o dono do imóvel não se manifestar, a renovação do contrato é automática, mas se o locador determinar a saída do inquilino, ele deve desocupar o imóvel num prazo de 30 dias.

Como fica o fiador?
Após 30 meses, quando o contrato for renovado automaticamente, o fiador pode optar por não ser mais responsável pelo aluguel do imóvel. Neste caso, deve ser notificada a saída antecipadamente do inquilino, pois ainda ficará responsável pelo imóvel por 120 dias. “Uma mudança fundamental foi o fiador poder se exonerar, mesmo depois do vencimento do contrato. Em alguns casos como divórcio, separação, dissolução de união estável do locatário e nos casos de prorrogação do contrato de locação por prazo indeterminado. O fiador fica responsável pela situação e dispensa a necessidade de processo judicial”, explica o advogado. Todas as partes terão benefícios com a nova lei, mas o fiador, especialmente o que ganha com isso, tende a perder espaço no mercado de locação de imóveis.

Outros imóveis
O locatário deve se informar corretamente para entender as mudanças da lei, que atingem em especial os imóveis residenciais. Mas os locatários de imóveis comerciais devem ficar atentos também, pois a nova lei não os favorece, especialmente para quem é proprietário de lojas de shopping center, já que os prazos são mais apertados. “Como o comércio depende do rendimento mensal, dependendo do retorno de seus produtos, o locatário pode tomar a decisão até de demitir funcionários”, alega o advogado. Na nova lei. O que mais devem ser levados em consideração são os benefícios das partes e a queda do valor dos aluguéis. Então organização agora é a palavra de ordem para os inquilinos de plantão. E nada de atrasar o aluguel. Diante de imprevistos financeiros, abra o jogo com o proprietário e faça um acordo do qual conseguirá cumprir.

Créditos: Revista 7dias
Por Joyce Barreto Chicon