sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Ainda assim...



Na madrugada as vozes se calam,
E os meus pensamentos se manifestam
Ora triste, ora feliz
Eu aprendi com quem sempre me diz
Que terei esplendor no amor.

Mais se ganha do que se perde
É o sabor do que é aprender a viver
Minha alma se entristece quando
A esperança desaparece
Aqui minha missão é aprender.

O sofrimento é amante da paixão
O amor é a doença sem cura
Cicatriza, mas ainda existe amargura
As lágrimas que rolaram silenciaram o grito de dor
Ainda assim não deixarei de acreditar no amor
Ah, que feliz se encontra o meu coração!

(Joyce Barreto Chicon)

10 Opiniões:

Gosta/Cabelo disse...

eh um poema bonito e agradavel
mas nao sei se é muito sincero
dos poemas de amor q ja li, os mais sinceros eram os mais tristes
o seu poema soa bem feliz =)

http://alvoradadosom.blogspot.com/
feliz natal ^^

Fogo disse...

Uma menina linda que sabe escrever bem!

casa comigo?

beijo

Nathacha disse...

Ola! No momento estou apenas seguindo o seu blog, mas prometo voltar para comentar as suas postagens! se puder seguir o meu agradeceria , passa la? Assim criamos um vínculo que ajuda da divulgação de ambos os blog! Abraços
http://medicinepractises.blogspot.com/

visitemongohelson disse...

O amor não é nada agradável! Faz a gente sofrer e esquecer de tudo ao nosso redor!
Mas, fazer o que né? O ser humano é tão frio para matar o próximo e ao mesmo tempo tão sensível para se trancar no quarto e chorar por alguém!

ôh vida!

Paulo Cheng (Rico) disse...

Lindo poema. No meu blog posto alguns poemas de alguns poetas que conheço e que cooperam com o meu blog. Parabéns pelo blog. Dá uma entrada no meu e confere, ok? Abração pra ti.

Catherine disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Catherine disse...

Gostei muito do poema!!! E me identifiquei com ele, afinal, o amor realmente é uma doença SEM CURA.

Kallyta Cristina disse...

ahhhhhhhhhhh muito lindo
apesar que eu sou meia suspeita por ser apaixonada por poemas

agora quanto ao amor apesar de tanto nos fazer sofrer ainda assim até hoje nunca vi algo tão lindo quanto esse sentimento

uma vida sem sonhos e amor não é vida é apenas sobrevivencia

é o amor e as coisas simples que fazem com que a vida não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira, pura enquanto durar como já dizia Cora coralina

beijos

Até Porque disse...

Adoooorei ;D parabéns.
depois passa lá ;D
http://ateporque.blogspot.com/

@dereckalexandre disse...

Muito bom. Muito bom mesmo. Passarei por aqui mais vezes. :)
Ass: @dereckalexandre lá do http://m-ideia.blogspot.com

Beijos