sábado, 18 de junho de 2011

TRIP HOP: Músicas para SEXO


(flstudiomusic.com)

Me lembro de uma vez, logo nas primeiras semanas de aula do primeiro ano na faculdade, na disciplina de "introdução ao jornalismo", na qual todos deveriam levar um jornal para discutirmos alguns assuntos. Agora não me lembro bem se saiu no “O Estado de São Paulo” ou “Folha de SãoPaulo”, no caderno cultural de um desses jornais uma matéria sobre o gênero musical “TRIP HOP”.

A ideia era qualificar as notícias apresentadas, e por desconhecerem o estilo, a maioria qualificaram esta matéria como "uma notícia desnecessária". Com a ajuda da professora que perguntou: "Alguém sabe o que é Trip Hop?, eu mesma nunca ouvi falar", e a resposta para a pergunta, um grande NÃO. 

Como uma fã da banda "Portishead" (Trip Hop), arrisquei: "Sim, Trip Hop existe sim, e é um gênero muito legal". Não demorou muito para muitos me olharem como uma ET e as frases: "De uma sala de 50 pessoas, só você conhece!"

Ainda assim continuei arriscando. Em uma dessas aulas, precisávamos construir um rápido texto com a ajuda da Internet, apenas para adequá-lo às técnicas jornalisticas que ali fomos aprendendo, o texto precisava ser informativo, mas com um tema aleatório. Pois bem, resolvi informá-los sobre a existência do Trip Hop

Mas antes esclareço o que tem a ver com o título do post, vale a curiosidade: Explico ao decorrer do texto, mas, você sabia que o Trip Hop é o gênero musical mais escolhido para relações sexuais?
Então vamos lá...

Sobre o Trip Hop

(Massive Attack)

Trip Hop originou-se por volta da década de 1980. São músicas lentas, consideradas eletrônicas com batidas desaceleradas. Sofre influência do HIP HOP, do house, do acid jazz e do club. É conhecido também por “Bistrol”, cidade da Inglaterra onde nasceu, com um grupo chamado “The Wild Bunch”, nome que durou pouco, pois logo foi rebatizada de “Massive Attack”.

No Brasil, o Trip Hop chegou no ano de 1998 para o "Free Jazz Festival", que aconteceu entre os anos de 1985 e 2001, a bordo do álbum "Mezzanine". À partir de então o gênero musical começou a ganhar espaço no país, e tornou-se o preferido de muita gente. 

O termo Trip Hop surgiu na década de 1990, na qual o estilo ganhou mais ênfase e novas bandas com novos álbuns. Ainda da banda Massive Attack (composta pelos integrantes 3D, Daddy G, Mushroon e Tricky), foi lançado o album “Blue Lines”. Logo depois, em 1994, surgiu a famosa banda “Portishead”, lançando o album “Dummy”.

Claro que com o tempo foram aparecendo muitas outras bandas que são referências no mundo da música nos dias de hoje, mas infelizmente poucos sabem da existência do Trip Hop. A boa notícia para quem curte, é que aos poucos começam a se formar novas bandas que além de rock, também opta em apresentar o Trip Hop, em bares noturnos. Vale uma pesquisa nos buscadores da Internet por essas bandas e locais onde se apresentam.


E onde entra o sexo?

Ao ouvir as músicas, as batidas, a melodia, já desperta uma sensação diferente, você deve admitir. Um pouco lento, mas nem tanto, e se fechar os olhos consegue fantasiar alguns cenários. De forma gradativa o som fica agradável, harmonioso, cria-se aquele momento, digamos especial. Talvez seja por isso, que esse gênero musical foi considerado um dos mais apropriados para ouvir durante as relações sexuais.

O Trip Hop é adotado em tradicionais casas noturnas, bares de swings, e boates que exibem apresentações em pole dances, com stripers e outras modalidades. Mas esta é apenas uma das formas de encontrar lugares que tocam o Trip Hop em meio de outros tipos de gêneros musicais.

O Trip Hop é também uma boa pedida entre momentos de casais, que tal em um Drive In durante os amassos no carro, no quarto de um motel. Ou ainda, que tal surpreender o(a) namorado(a), um jantar, um momento íntimo e o Trip Hop como trilha sonora? Somente sugestões ;)


Algumas bandas


Talvez você conheça e quem sabe, até goste. Apenas não reconheça como Trip Hop, então vou citar algumas para você. 

- Massive Attack;
- Dido
- Portishead
- Tricky
- Denali
- Esthero;
- Lovage;
- Morcheeba;
- Smoke City;
- Shine;
- Moby;
- Lamb;
- Gorillaz;
- Hooverphnic,
- 8mm;
- Abraham;
E muitas outras famosas, e também as que estão surgindo por aí... Ainda bem!

Se você tiver um tempinho, sugiro que procure algumas dessas bandas no YouTube mesmo, selecione as músicas que mais gostar e divirta-se!
Algumas dicas:


Que tal um Strip Tease?
Portishead - All Mine



Para as preliminares, hmmm...
Lovage - To Catch a thief



Provoque
Hooverphonic - Mad About You


Use a imaginação
Portishead - Glory a box



15 Opiniões:

Blog UaiMeu! disse...

Bacana seu post! Eu curto Massive Attack acho show!
Conhecendo seu blog e aguardando uma visita sua tbm!
Abraços
http://uaimeu10.blogspot.com/

receitasdoce disse...

Muito legal esse post... vou baixar essas musiks ai pra da uma incrementada a mais. =DDD

Duo Postal disse...

Interessante! Vou procurar saber mais a respeito, obrigado.

http://duo-postal.blogspot.com

Francorebel disse...

Madonna...

Marilis Dutra disse...

muito bom mesmo o post confeço pra vc que não conhecia trip hop, vou procurar mais informações, e deve ser muito bom mesmo pra esquentar a relação ;)

bjss flor
Dicas da Mari

Milena disse...

Dido e Abraham!!! Curto demais!!! o/

Gostei do assunto! rsrsrs...

Vim retribuir a tua visita. Obrigada. :D

Meu Cantinho
http://mile-meucantinho.blogspot.com

Fernando Prates disse...

Caraca Jooy! Ta de parabéns teu post! Muito interessante a forma como vc abordou. Gostei das dicas! =x uhauha Tudo de bom pra ti!

Mayara Franzini disse...

Lembro -me muito bem desse dia, onde eu lá no meu fundo e no meu silêncio respondo sem ser ouvida " Eu conheço".

Bobos dos que não conheciam e caçoaram ao invés de despertarem o desejo em conhecer.

INFETO disse...

Sim elas são bem interesantes, mas recomendo fazer uma coreografia para "Milk it" é orgasmaática e se masturbar escutando krisiun é bom demais. ABraços

Marry disse...

Amei seu blog...
Ja baixei as musicas, e assim que elas começam a tocar, ja se sente a vibe.
*_*

meu blog: stillbelievein.blogspot.com

Anônimo disse...

Trip Hop é maravilhoso!
Não só para o sexo, mas são ótimas para cantar!

Pena ser um estilo tão desconhecido no Brasil :/

Bom gosto e OBRIGADA. Há anos que procuro o nome da música lovelage - to catch a thief e finalmente descobri graças ao seu post!

isabella medeiros disse...

na minha opniao a melhor banda de todas do estilo trip hop é portishead.

Rogerio Real disse...

depois de uma escutada nessas mixtapes do genero: http://soundcloud.com/rogerioreal
abçs

Hugo disse...

ALGUEM QUE PENSA COMO EU! SENHOR... Digo a mesma coisa desde sempre TRIP-HOP E SEXO! combinam, amo esse gênero musical!

Trip Hop Brasil disse...

Excelente post, uma enorme força ao trip hop.

http://triphopbrasil.blogspot.com.br

Se deliciem:D