quinta-feira, 14 de julho de 2011

São Paulo, Horrores e Prazeres

A cidade que nunca dorme

Por Joyce Barreto

São Paulo, a grande metrópole e também conhecida como a terra da garoa, É também a terra da inversão térmica, as quatro estações do ano em um só dia. O inverno de muito frio ou com um sol ardente, o verão com um calor insuportável ou que trás temporais e ventanias derrubando árvores e desabrigam milhões de pessoas.


Grandes opostos, grandes ironias, têm fartura e tem miséria, numa esquina a requinte e o luxo, na outra o mendigo com seu cobertor mal cheiroso e a fome. Em uma calçada o executivo com uma maleta de couro e sua amiga ao lado com cabelos sedosos e suéter de pele, do outro lado a criança sozinha e abandonada com roupas rasgadas, pés descalços, cabelos sujos, mãos estendidas esperando algum trocado.

Um estado de misturas tem paulista, cariocas, gaúchos, nordestinos e até gringos. Pessoas únicas com estilos, manias e costumes completamente diferentes umas das outras. Pessoas de todas as cores, sotaques distintos, uns loiros, outros morenos, ruivos e grisalhos, os apaixonados e os descrentes, os pais, os professores, os estudantes, os travestis, os confeiteiros, os palhaços, as celebridades, os ricos, os pobres e os ninguém, todos transitando pelas mesmas calçadas.

A cidade do stress, dos quilômetros e quilômetros de transito, do emprego e do desemprego, da falta de transporte público, do vandalismo, da greve, dos protestos, da revolta, do PCC e da Cracolândia.

São Paulo, a cidade iluminada que possui paisagens fantásticas, artes nos muros, nas estações de metrô, quadros e nomes dos ilustres poetas e artistas que viveram aqui, as noites são convidativas e românticas, nas praças os namorados e amantes beijando e abraçando-se, pelas ruas grupos de amigos esbanjando alegrias e sorrisos, pessoas se encontram e brindam seus amores, os amigos, a família, o nascimento, mais um aniversário, o envelhecimento, as novas conquistas e os prazeres da vida.

Enquanto a maioria na cidade adormece, nos faróis fazendo malabares, limpando vidros dos carros, vendendo balas e trolhas, algumas famílias passam a noite trabalhando por um tostão e encarando muitos “Nãos”.

São muitas tristezas e injustiças, são tantas as decepções, lágrimas que percorrem muitos rostos. Na calada da noite, quando venta e a temperatura cai, pessoas estremecem debaixo das pontes, debaixo de toldos e nas sarjetas. Quando não lançam mão de uma garrafa de bebida alcoólica e drogas que os fazem esquecer o frio.

Este é a mesma SÃO PAULO, bom de viver. Cidade maravilhosa que adoro, são os pequenos detalhes que a torna especial, tem suas satisfações. Aquela padaria orgânica na Paulista, aquele shopping ponto de encontro de muitos amigos em pinheiros, a mercearia do seu Mário e dona Marina na esquina daquele bairro, aquele bar que toca mpb e jazz do centro, a balada de Moema, as famosas avenidas e ruas de comércio que passam mais de seis milhões de pessoas por dia, as rodovias que ficam interditadas a todo momento, os lugares que possuem nomes indígenas, como: o parque do Ibirapuera e o Anhangabaú e os museus e arquiteturas gigantescas pelo centro da cidade.

São Paulo é uma caixinha de surpresas, muitas boas e ruins, muitas dores e muitas delícias, horrores e prazeres. Essa é São Paulo o coração do Brasil.

E pela AVENIDA PAULISTA:












(Fotos de um trabalho de fotojornalismo, por Joyce Barreto; Fernanda Kanasiro, Marina Cezário e Carolina Carvalho)

16 Opiniões:

Rodrigo Cavaleiro disse...

Isso! As grandes cidades se caracterizam assim. E, São Paulo, por ser enorme acaba abrigando diversidades que não se costumam ver por aí tão próximos [espaço físico] e tão distantes [social/cultural].

Ainda conhecerei a geografia da cidade, porque a ideia eu já tenho pelos seus olhos e nas interpretações das suas palavras...

=)
Mudou o blog... deve ter muito tempo que eu não venho aqui ! rs
Beijo no pé

Aline Diedrich disse...

Os contrastes da cidade... Contrastes do País...

ShArK disse...

eh não gosto muito de Sp morei muito tempo lá, não tenho nada a reclamar, mas não consigo acompanhar o ritimo de são paulo

um abraço do http://www.risogarantido.com.br

Diogo disse...

Nao so a paulista mais assim como o resto de São Paulo tem varias caras, talvez seja um dos maiores motivos que atraem pessoas para cá.

http://as10maneirasdefazer.blogspot.com

Agostinho Lopes disse...

Adoro São Paulo. Li essa crônica como se estivesse vendo, tocando e sentindo o que ela descreve "in loco".

Parabéns pelo blog, Joyce

Agostinho Lopes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lilly disse...

Carambaaaaaaaaaaaa *-* Nunca me decepciono ao vir aqui! Esse post está lindo demais! Só de ter as pessoas da noite que fazem a cidade nunca dormir foi incrível! Adorei demaaaaaaais!

http://iampurplepineapple.blogspot.com/

Fernanda disse...

Adorei os diferentes estailes. Sou carioca e também amo minha cidade desse jeito sofrido, doído, ressentido mas a um só tempo algo dependente e apaixonado à minha revelia. É como ter amor não correspondido. :-) Cidades grandes nos maltratam demais, o Rio me faz mulher de malandro. Beijos cosmopolitas como Sampa, sucesso no blog!

Adriano Ferreira, CM disse...

são paulo tem um pouco disso que falta aqui no rio, esse poder de surpeender. as vezes acho o carioca tão previsível, tão modinha e sotaque, que perde a graça viver aqui. adorei o ensaio fotográfico, o fundo escolhido a luz e etc, tudo muito bom. ótima inciativa, primeiro por ser original, segundo por ter realizado com muita qualidade.
abraço

tammy diktiva disse...

Adorei a descrição de SP. É uma cidade maravilhosa apesar das grandes diferenças a cada esquina, mas no fim, toda cidade acaba sendo assim e o que faz dela tão especial são os detalhes vistos além dos olhos. Adorei também as fotos. Parabéns Joy e desistir do blog - JAMAIS uiahsiuahsuhs³

Marilis Dutra disse...

como sempre vc arrasa nos post's
sempre acabo me interessando mais pelo blog =)
lindo post
fui umas duas vezes pra são paulo
é uma hiper mega cidade


bjss
flor
dicas da mari
http://marilis-dutra.blogspot.com/

Felícia Alcântara disse...

Óláa! Antes de mais nada valeu pela visita. Realmente andei ausente, mas voltei e espero postar com mais frequencia hehe!

Em relação ao seu post, eu adorei. Curti bastante as fotos e a amneira que você falou da cidade. Ainda não tive a oportunidade de visitar São Paulo mas confesso que agora fiquei com vontade!

Bjos!

Yes disse...

Adoro passear em sampa!
seguindo seu blog, conheça o meu,
participe também
http://www.yescabelo.com/

obrigado!

Matheus Guedes disse...

Já estou seguindo!

Adorei poder ler um pouco sobre a metrópole

http://alemdoentender.blogspot.com/
Siga-me

::: Jack Headbanguer ::: disse...

Que blog interessante \o/, primeira vez que vejo um blog bacana sobre PENSAMENTOS !
Bem interessante mesmo

Estou seguindo e comentando, de um pulinho lá no meu tbm! xP

http://humoruniversitariobr.blogspot.com/

Rart og Grotesk disse...

cidade maravilhosa por um lado, e muito feia de outro.O contraste do luxo e da pobreza é incrível!Tem de tudo nessa cidade!

bjs

se quiser, acesse http://artegrotesca.blogspot.com