domingo, 30 de outubro de 2011

Festa Literária em Paraty - FLIP

 
É um evento cultural realizado todos os anos no mês de Julho na cidade, região histórica do Rio de Janeiro. Este ano foi a 9ª edição da festa literária e todos os anos um autor brasileiro é homenageado. Os cenários e a maioria das atrações são inspiradas nas obras deste autor. Neste ano, o escolhido foi o escritor do movimento modernista Oswald de Andrade.

O festival ficou conhecido como o maior evento literário do mundo. Além dos autores brasileiros, também participam profissionais internacionais. Confira a lista: http://www.flip.org.br/autores.php. A FLIP acontece durante cinco dias, e o público contempla carca de 200 eventos, entre eles: debates, exposições, oficinas de criação, oficinas de artes, exibições de curta e longa metragem, projetos educacionais, saraus, teatro de rua, poesia de roda etc. Os próprios moradores da cidade abrem suas casas com o intuíto de acrescentar opções gastronomicas para os visitantes, também criam atrações e novos artistas ganham destaque no evento.

São realizadas seis principais mesas culturais , que acontecem palestras, e mais quatro ambientes abertos ao público. Um deles é a FLIPINHA, tem como missão estimular crianças e adolescentes a se aproximarem da leitura e desenvolver o gosto pela cultura. O espaço FLIPZONA, por sua vez, é um projeto educativo e visa envolver toda a rede de ensino de Paraty, reune bate-papo e ciranda com autores infanto-juvenis,´além de musicais e saraus. E por fim, a Casa da Cultura, onde autores discursam sobre seus lançamentos durante o evento.

Segundo informações da assessora de imprensa da FLIP, Paula Corrêa, as atividades do evento só acontecem pela confiança dada pelos patrocinadores. "As empresas como Itaú Unibanco, Petrobrás, CPFL, Suzano Papel e Celulose, o instituto C&A e a editora FTD, colaboram com o ensino e incentivo a cultura. Esse apoio é essencial para que a satisfação dos turistas seja garantida", friza Paula.

O foco principal é a valorização da cultura local. O público tem acesso à papelaria própria do festival, que possui todos os títulos já lançados nas edições anteriores e atual da FLIP. Possui opções diversas de gastronomia.

Artistas iniciantes podem se inscrever na FLIP, acesse o site www.flip.org.br. "Os jovens escolhidos pela equipe de cultura de Paraty são avaliados e seus trabalhos publicados nos jornais do evento", explica Paula.

Beatriz Linhares é professora do Ensino Médio de escola pública. Ela conta que frequenta todas as edições do evento., e usa as palestras como material didático para aplicas em suas aulas. "No ano passado recomendei alguns títulos dos autores escolhidos, aos meus alunos", lembra.

FLIP 2012, a 10ª edição

A décima edição da FLIP já está marcada. Acontecerá nos dias 04 a 08 de julho de 2012. Os organizadores da Festa Literária de Paraty, garantem muitas novidades para esta edição, para comemorar o dez anos de sucesso do evento.

Homenageado

O homenageado desta edição também já foi escolhido, e será o poeta Carlos Drummond de Andrade. Com o tema Arquivo e Memória em Drummond. Para mais informações: http://www.flip.org.br/noticias.php?id=699


FLIP:
http://www.flip.org.br/noticias.php?id=697




Esta matéria saiu no Jornal Universitário Expressão, na editoria Cultura.
Por Joyce Barreto

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Diversão nas livrarias


Deixou de ser coisa séria, e mudou o foco. Livraria agora é lugar de criança e virou sinônimo de brincadeira, com o intuito de incentivo a leitura, a proposta é aprender brincando




No chão um grande tapete emborrachado e colorido (material artesanal conhecido por E.V.A - Ethil Vinil Acetat ou em português Etileno Acetato de Vinila). Às 26 letras do alfabeto pintadas nas paredes. Pequenas mesas e cadeiras arredondadas com cores vibrantes, um grande sofá em forma de espiral entre as estantes repletas de livros e jogos educativos. Brinquedos espalhados por todos os cantos. O cenário lúdico é encantador e nostálgico. Um espaço infantil, que também fascinam jovens e adultos.


O que antes era um programa apenas para os amantes da leitura, estudantes e profissionais em busca de renomados títulos para preencher suas bibliotecas pessoais. Hoje é um dos passeios favoritos da criançada. Grande parte das livrarias oferece um espaço apenas para os pequenos se divertirem e principalmente adquirirem gosto pela leitura, é uma forma de incentivo.



As prateleiras e balcões destacam livros fascinantes, capas lúdicas que atraem a atenção das crianças, sem pensar duas vezes, elas correm em direção dos exemplares e cada uma pega o que mais chamou atenção. Logo, correm novamente em busca de um espaço para apreciarem o livro em mãos. É curioso olha para aqueles rostos e ver os olhos vidrados nas páginas desenhadas. Por um momento elas se desligam do mundo e viajam através das fabulas, histórias de magia e contos fantásticos.


Para os pais, não há nada mais animador que verem os filhos tão empolgados com a leitura. Para Vera Lúcia, mãe de Victor de 7 anos, é uma satisfação saber que o lazer predileto do filho é colecionar livros, “Ele ainda está aprendendo muitas coisas, mas adora ler, procurei acostumá-lo, lia histórias para ele todos os dias, quando começou ir à escola, ficava extasiado por aprender palavras novas, e era uma conquista conseguir ler sozinho”, conta Vera.



Aos finais de semana, as livrarias recebem visitas de centenas de crianças curiosas e interessadas em leitura. Elas buscam seus personagens favoritos, livros educativos, outros que oferecem brincadeiras, imagens e histórias encantadoras. “Atualmente as crianças se ligam mesmo em televisão, videogame e internet. Mas quando se envolvem com uma história que vale a pena, ficam loucas de curiosidade, sempre levam um livro para casa. Interessante mesmo é que algumas sempre voltam, lembram da gente e chama de tia, nos pegam pelas mãos e vão conferir o que há de novo”, afirma a vendedora Aline Fernandes da livraria cultura em pinheiros.


Sem dúvidas a leitura é umas das ferramentas mais importantes para o desenvolvimento e crescimento cultural das crianças, por isso existem diversos eventos dedicados a este publico para o incentivo a leitura, e funciona! Ao lado do pai, Jean Bastos de 9 anos mostra seu livro preferido, O ladrão de raios de Rick Riordan, “Todo mês compro um livro para o Jean, e lemos juntos, me preocupo com o aprendizado dele, e acredito que a leitura é o melhor caminho para enriquecer o conhecimento”, diz Marcos Bastos, pai de Jean.



Ler é mais do que acrescentar conhecimento ou desenvolver o lado culto. É também viajar e cair nas melhores fantasias, conhecer mundos e histórias fantásticas, é uma aventura.


Por Joyce Barreto