segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

É como eu penso...


É como eu falo,
É como eu opino,
É como eu brigo com o mundo,
É como eu vejo o mundo,
É como eu sou!



Vai ter uma hora que você vai perceber que a vida não é só uma festa. Às vezes até parece ser uma verdadeira bagunça, mas uma hora você precisa sossegar e dar mais valor para as coisas simples que não exige dinheiro, luxo e status.


Com força de vontade e autoconfiança você atinge as suas metas.
Você escolhe se quer ser um vencedor, ou só mais um na multidão.
Eu escolhi vencer! Mas não estou sozinha, agradeço aos que estão sempre me apoiando e me incentivando, talvez sem eles as barreiras seriam maiores e mais pesadas de derrubar.


As pessoas tem a péssima mania de julgar as outras pela aparência, e essas acabam não notando as pessoas  realmente incríveis, que fariam de tudo para que elas estivessem juntas.

Vibramos ao termos amigos de verdade, mas nos decepcionamos em descobrir amigos de mentira.

Fingindo ser cego, surdo e mudo. O brasil foi governado dessa maneira, e infelizmente esse é o segredo para muita coisa na vida!

Somente os que não têm metas e bons objetivos futuros, os que não constroem nada de positivo para a vida, e aqueles que vivem há anos da mesma forma sem nenhuma conquista é que criticam e debocham dos seus superiores.

É preciso saber separar as coisas, principalmente pessoas de negócios. Se algo em seus negócios ou em você desagrada MUITAS pessoas, é você quem deve reconhecer as falhas e fazer mudanças.

É muito fácil plantar ideias desagradáveis na abeça (as famosas pulgas atrás das orelhas), devia ser ainda mais fácil tirá-las da cabeça.

Pessoas sem senso crítico nunca surpreendem. São só mais do mesmo, sem evolução e predominadas por uma ignorância sem compreensão.

A pessoa que briga, grita, perturba e não respeita o próximo, e mais tarde aumenta o som com músicas gospel,  fala de Deus ou carrega uma bíblia debaixo do braço, nada mais é do que o verdadeiro HIPÓCRITA. Antes de falar de Deus, olhe para si em primeiro lugar.

Quero ser hippie liberal, sem maquiagem, sem sapatos, nenhuma escova de cabelos, desdenhar da moda e os consumidores exagerados, dançar pelas ruas, customizar meus móveis, aderir 25 piercing pelo corpo, dormir na praia com o som das ondas do mar e a natureza me rodear, feliz sem julgamento da sociedade, quero andar nua na rua!

Cuidado com decisões precipitadas, além de machucar outras pessoas, você pode se machucar. E o pior, nunca saber o que podia ter acontecido se você tivesse feito outra escolha.


São mais que opiniões, são pensamentos que fazem parte do que carrego em mim, do que aprendi, penso e levo para minha vida até o final.

7 Opiniões:

Le poète mort disse...

Nem sempre são as pessoas que não tem objetivos que criticam, grandes críticos foram grandes estudiosos e quanto a não ter metas... a maioria delas são pré-estabelecidas por uma sociedade ditatorial e com uma moral um tanto duvidosa.

Quanto ao se... "se fosse assim", "se fizesse isso...", "se..." é uma questão que sempre permeara na cabeça do ser humano e nunca obteremos respostas para os "se's".

Bela reflexão! Continue escrevendo.
Parabéns!

Le poète mort disse...

Nem sempre são as pessoas que não tem objetivos que criticam, grandes críticos foram grandes estudiosos e quanto a não ter metas... a maioria delas são pré-estabelecidas por uma sociedade ditatorial e com uma moral um tanto duvidosa.

Quanto ao se... "se fosse assim", "se fizesse isso...", "se..." é uma questão que sempre permeara na cabeça do ser humano e nunca obteremos respostas para os "se's".

Bela reflexão! Continue escrevendo.
Parabéns!

blogger disse...

Concordo com o Le poête.

Rodrigo Ferreira disse...

Sempre quis morar sozinho. Ainda quero. Mas morar sozinho deve ser isolador. Melhor morar com mias uma pessoas pra sair e ser dependente e sempre melhor né?. Vou tentar ao cinema sozinho também.
bjs

http://rodrigobandasoficial.blogspot.com.br/

Sarah Sanches disse...

Eu penso que sim, enquanto não estiver feliz com você, não pode ser feliz em dois. Se mal consegue lidar com seus defeitos, como conseguira lidar com o do outro?
Eu saio muito sozinha, muito mesmo.Acho otimo, as vezes até melhor do que com outras pessoas que não acrescentam em nada, mas eu recomendo sair sozinho, comer sozinho, saber o que você gosta de verdade e não por influencia, ter calma... Você aprende muitas coisas sobre você, que são importantes.
Bom texto !

Jefferson Rodrigues disse...

Parabens pela publicacao!!!

Jefferson Rodrigues disse...

Parabens pela publicacao!!!