quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Seja um doador. Salve vidas!

É simples, fácil, rápido, indolor e se serve de motivação, esse ato deixará o seu coração transbordando de felicidade
Por Joyce Barreto Chicon




 
A atriz Drica Moraes foi uma das beneficiadas com a doação de medula óssea. A identidade do doador foi preservada, mas o fato é que foi ele o grande responsável por salvar a vida da atriz, vítima de leucemia. Drica passou por um transplante de medula óssea no dia 23 de junho de 2010, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Mas porque citar a atriz? Acontece que Drica é uma figura pública, a quem podemos mencionar como referência e puxar o gancho para falarmos de um assunto tão sério e muito importante, a doação de medula óssea.

Segundo a Sociedade Brasileira de Transplante de Medula Óssea (SBTMO), atualmente  há mais de mil pessoas na fila de espera aguardando o transplante de medula óssea no Brasil. No dia 26 de Agosto de 2015, a SBTMO iniciou um debate sobre este assunto no 19º Congresso Brasileiro de Transplante de Medula. Os médicos afirmam que há falta de leito, e dizem que a situação é mais grave para os pacientes que precisam de transplante do tipo alogênico quando doador e receptor são pessoas diferentes.

A presidente da SBTMO, Lúcia Sila afirma para a repórter Flávia Villela da EBC Agência Brasil que pacientes esperam até dois anos para serem transplantados, quando o certo seria uma espera até sete meses. “Pacientes com indicação de transplante alogênico levam, em média, de quatro a seis meses, desde o diagnóstico da doença, passando por várias quimioterapias, até o momento do transplante. Então, até sete meses é o ideal”. (Veja a matériacompleta)

Vamos entender um pouco sobre medula óssea, como funciona o procedimento, os caminhos e os requisitos necessários para fazer a doação.

Medula óssea
É o tecido encontrado no interior dos ossos que produz as células sanguíneas, traduzidos em glóbulos brancos e vermelhos e plaquetas. O transplante é necessário para quem sofre de leucemia, mieloma múltiplo, linfomas e síndrome de mielodisplásica, aplasia medular, anemia severa, doenças genéticas hereditárias, tumores sólidos, imunodeficiência e doenças autoimunes.

Quem pode doar
O doador deve possuir entre 18 e 55 anos e apresentar bom estado de saúde. Não pode ser portador de doenças infecciosas ou incapacitantes.

Como funciona
Depois de preencher um formulário com seus dados pessoais, é coletado uma amostra de 5ml de sangue que passará por testes a fim de analisar a compatibilidade entre o doador e o beneficiado. O cadastro é armazenado, até aparecer um paciente para concluir a doação. As chances de encontrar uma medula compatível são de uma em cem mil. Por isso, quanto mais gente doar, maiores as chances de salvar vidas.

A medula é retirada do interior dos ossos da bacia, por meio de punções, sob anestesia, o tecido se recompõe em cerca de 15 dias. O procedimento não causa dor, algumas pessoas dizem sentir apenas um pequeno incomodo após o efeito da anestesia, outras afirmam que não sentem absolutamente nada. Após a doação, o doador deve repousar por uma semana.

Se você tiver interesse em fazer essa boa ação, pesquise e informe-se. Seja um doador!

Serviço
Associação de Medula Óssea: (11) 3333-4424
Fundação Pró-Sangue: 0800 550300
Associação Brasileira de Transplante de Órgãos: (11) 3262-3353
Posted on quinta-feira, agosto 27, 2015 | Categories:

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Ferdinando, o Touro (Potugues-BR)

Sempre busquei uma melhor explicação sobre meu signo (touro), e nunca encontrei, mesmo porque não sou muito crente na astrologia e sempre que li sobre meu signo, sempre foi aversivo a minha personalidade, mas desta vez... Encontrei, esse touro representa minha personalidade!

=D



quarta-feira, 6 de maio de 2015

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Resenha: Uma aventura literária para meninas e meninos



Um livro infantojuvenil escrito por Márcia Kupstas e publicado no ano de 2006. A leitura é rápida e muito divertida, com uma linguagem apropriada para adolescentes de 12 a 16 anos. Conta a estória fictícia de sete meninas em suas fases de descobertas com idade entre 15 e 16 anos, elas formam O clube do beijo. Elas se reúnem e confiam umas nas outras como verdadeiras confidentes e dividem seus momentos e melhores experiências. Mas como todo clube, existem regras a cumprir, obviamente só se permite meninas e para fazer parte deste grupo, cada uma já deve ter tido a experiência do primeiro beijo. Qualquer confidência exposta deve ficar alí. E então se forma um pacto de confiança.

Para tornar as coisas mais interessantes, um grupo de amigos suspeitam que entre estas amigas acontecem muito mais do que trocas de confidências, é quando eles se reúnem e decidem espionar as meninas, e elas descobrem, é quando decidem ir atrás, e um deles, o mais estrambelhado se dá mal e acaba sendo capturado por elas. É como dizem, quando meninas se reúnem muitas ideias afloram, e então, as sete amigas decidem fazê-lo de refém, afim de que ele conte para elas como é a visão masculina sobre elas.

Márcia Kupstas escreveu o “Clube do Beijo” com uma riqueza de detalhes impressionante, o leitor consegue imaginar cenários e os perfis dos personagens facilmente. É isso que transforma a leitura em algo dinâmico e nutritivo para ideias e fantasias. Mas o que impressiona é que um livro com o foco em sete personagens femininas, o narrador de toda história, nada mais é que o rapaz azarado que fora capturado pelas amigas, chamado de Pica-Pau que possui um senso de humor inigualável, a narrativa é feita em primeira pessoa, porém divide os contos com cada uma das meninas que contam estórias que já aconteceram em suas vidas e se tornaram marcantes.

Cada estória contada é diferente e uma mais emocionante e empolgante que a outra. E é isto que faz todo ficar mais saboroso no livro, o leitor é instigado a querer saber mais de cada um dos personagens. E Pica-Pau faz questão de contar para os leitores o quanto acabou se divertindo com a estória de passar a noite no clube do beijo, batendo papo e dando suas opiniões sobre garotas, e ouvindo também a opinião delas sobre rapazes.

No meio desta experiência tão interessante, o narrador escolhe com qual menina ele se identifica mais, e se mostra um verdadeiro amigo para as meninas que também se divertiram muito com a novidade daquela noite clube do beijo, que por um acidente e descuido de Pica-pau tirou elas da rotina de suas reuniões.

O leitor de O clube do beijo passa por diversas emoções, a risada, o aperto no coração, o encanto, a vontade de saber mais, de saber o final, tudo se junta e vira uma explosão de sentimentos durante a leitura deste livro tão empolgante.

Fiz a leitura deste livro quando eu tinha 14 anos, estava na oitava série, foi indicada por uma professora de português, claro que a intensão na época é desvendar algumas dúvidas do adolescente, instigar a perguntar mais sobre questões que muitas vezes ainda são Tabus para algumas pessoas, ficadas, romances, namoro, sexo, a paixão. Claro que os tempos são outros, e em muitas escolas existem aulas com educação sexual, o que acho muito bacana. Na minha época de escola ainda não tinha, e o livro foi revelador, sem dúvida. Os assuntos são abordados de forma coerente, sem agressividade. Mas sim de uma forma amena, sutil e esclarecedora.

Confesso que li o livro duas vezes na vida, e ainda tenho guardado comigo. Sim, é nostálgico e fez parte de bons momentos do meu desenvolvimento.

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Bons para dormir

Os alimentos que você deve incluir no seu cardápio para ter excelentes noites de sono





















A hora de dormir é sagrada e deve ser um momento prazeroso. Afinal, precisamos dele para repor energias, ter disposição e, principalmente, bom humor no dia seguinte. Mas nem todo mundo consegue desfrutar disso. Quem sofre de insônia que o diga. Um problema bem comum nos dias de hoje, afinal a correria eleva os níveis de estresse com tantas cobranças, problemas e agitações. Algumas pessoas perdem completamente o sono ou acordam no meio da noite e não conseguem mais voltar a dormir. Mas a solução para isso pode estar em sua alimentação. Alguns alimentos podem aterrorizar suas noites. Já outros ajudam a prevenir e até tratar esse terror noturno. “Essas pessoas devem evitar alimentos e bebidas, como pimenta, café, refrigerantes à base de cola, chocolate, chá mate, chá preto, canela, gengibre, gorduras, carnes vermelhas e massas com excesso de molho”, informa a nutróloga Liliane Oppermann. Uma pequena dose de álcool pode até induzir ao sono, porém, acaba não sendo produtivo se ela for maior, avisa a especialista, que indica os oito alimentos que vão fazer você ter noites de uma verdadeira Cinderela. Faça deles seus aliados. Que tal montar um cardápio rápido com nossas sugestões?

8 alimentos que você pode incluir no prato para ter noites tranquilas
Alface
É um alimento reconhecido por sua propriedade calmante e indutora do sono. A melhor forma de consumi-la é no jantar com molho de iogurte natural e ervas finas.

Cereal
Os cereais são ricos em fibras e até ajudam na perda de peso. Seu consumo, aliado a alimentos ricos em triptofano, ajuda a sintetizar melhor o aminoácido e, com isso, garantir uma boa noite de sono.

Vegetais verdes
Eles são ricos em magnésio, cálcio e vitamina B ajudam na hora de acalmar o corpo.

Noz-moscada
Este tempero já vem sendo usado há muitos anos em outros países como sonífero. Não é o máximo?

Chá de camomila
Funciona como excelente relaxante muscular. É ideal para pessoas que praticam musculação.

Hortelã
Contribui para o relaxamento dos nervos e boa digestão. Seu uso é indicado após as refeições.


Leite
O leite contém o aminoácido triptofano, que relaxa os músculos e induz o sono.

Maracujá
A fruta possui algumas propriedades que funcionam como calmante. Por esse motivo, além de acalmar, relaxa e faz dormir.

Um jantar para cair no sono
Aproveite as propriedades da alface e experimente consumi-la com molho de iogurte. Para beber, bata no liquidificador 1 limão espremido, ½ laranja, 1 copo de água, 1 colher  de chá de capim-cidreira e adoce a gosto. Não tem erro. É tiro e queda para uma boa noite de sono. Como sobremesa, mousse de maracujá light.

Mousse de maracujá Light
1 copo de iogurte desnatado
1 colher (chá) de gelatina sem sabor
100ml de água
1 colher (sopa) de polpa de maracujá
1 clara em neve
Adoçante a gosto

Modo de preparar
Dissolva a gelatina na água quente, junte ao iogurte, o maracujá e o adoçante. Bata tudo no liquidificador e por último dê uma leve misturada com a clara em neve e leve à geladeira por pelo menos 1 hora.

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Boa noite, Cinderela

Sair para se divertir é sempre bom, mas é preciso ficar atenta para não cair no velho golpe dos coquetéis que ainda faz milhares de vítimas por aí


Sair com os amigos para se divertir é sempre tentador. Um barzinho, uma festa, um drink aqui, outro ali... O problema é que tanta agitação acaba deixando as pessoas desatentas o que as tornam presas fáceis para os golpistas. Este mês a polícia prendeu em São Paulo, parte de uma quadrilha que aplicava o velho golpe Boa noite Cinderela. Os criminosos são acusados de entorpecer e roubar pelo menos 12 pessoas, na capital. No inicio do ano outras duas pessoas morreram depois de ingerir uma alta dose da droga utilizada pelos bandidos para dopar as vítimas. Portanto, ligue o sinal de alerta e não deixe que um deslize acabe com a sua festa e coloque a sua segurança em risco. Siga as dicas de Arthur Andrade psiquiatra do Centro de informações sobre saúde e álcool (CISA) e cuide-se!

Droga misturada com bebida
O principal conselho para não cair nessa cilada é nunca descuidar do seu copo. Pois, segundo o especialista, este pode ser o momento em que o bandido que pode ter diversas intenções, coloque a droga na sua bebida. “O Boa noite Cinderela é um mix de várias drogas que, na maioria das vezes, é misturado com algum drink, tornando-se totalmente imperceptível, pois não muda o sabor e nem a cor da bebida”, alerta. As pessoas só se dão conta de que caíram no golpe depois que acordam atordoadas e percebem que foram roubadas, ou pior, que sofreram violências.

Bebidas perigosas
O psiquiatra adverte: “Não há uma substância certa para fazer esta droga. Geralmente é colocado um hipnótico, na bebida da vítima. Essas substâncias dão sono e são preparadas com o objetivo de deixar as pessoas alucinadas. Alguns criminosos misturam êxtase ao coquetel, outros usam alucinógenos para entorpecer a vítima, mas eles sempre despejam a droga em bebidas fortes como o wisque, conhaque e vodka.” Geralmente os golpistas são assassinos e agressores que dopam suas vitimas para roubá-las ou abusar sexualmente delas. “Isto porque o efeito que a droga age diretamente no sistema nervoso, provocando amnésia e inconsciência, assim a vitima fica totalmente vulnerável aos bandidos”, ratifica Andrade.

Converse com seus filhos
Os jovens são os primeiros alvos dos bandidos. Segundo o psiquiatra, isso acontece porque eles querem ter novas experiências, o que é normal e faz parte da juventude, só que a empolgação pode acarretar um pouco de inconsequência. “A animação faz com que eles tomem atitudes, muitas vezes, prejudiciais! Isto pode gerar várias conseqüências graves e causar sérias frustrações no futuro.” Por isso, os pais precisam ficar de olho nos filhos, principalmente quando eles estão enfrentando fases de mudanças. “Prestar atenção no comportamento e buscar conhecer as companhias dos filhos, são atitudes fundamentais. Persista nas recomendações antes de deixá-los sair de casa, saber impor limites é essencial”, orienta Andrade. Segundo ele, é muito importante que os pais conversem com os filhos para que eles aprendam a ter responsabilidade e controle de suas próprias atitudes.

Denuncie!
Este golpe não é novo e, segundo o especialista, não existem dados que comprove o número de vítimas. “Muitas vezes as pessoas sentem-se inibidas ao falar sobre o assunto, principalmente aquelas que saíram na noite para curtir e tornaram-se vítimas de estupro”, pondera o psiquiatra. “Por isso o velho golpe continua funcionando e fazendo milhares de vítima ano após ano”, conclui. Vale lembrar que a prisão das quadrilhas já identificadas só foi possível porque as vítimas deram seus depoimentos aos policiais.  Então, não se descuide para que essa tragédia não aconteça com você, mas se isso acontecer com você ou com alguém da sua família, denuncie. Só as vítimas são capazes de dar aos policiais detalhes fundamentais para a investigação dos casos.


Atenção!
Não existe um perfil dos golpistas, eles podem ser pessoas com problemas psicológicos; criminosos com a intenção de fazer algum mal; assaltantes; ou apenas um falso amigo que quer ver o outro alucinado. Desconfie de todos!

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Mulher bonita sofre

Taí, uma pesquisa que fiz que comprova o que eu acredito fielmente. Mulheres consideradas razoavelmente bonitas, muito bonitas ou lindas Sofrem sempre mais do que qualquer indivíduo que se julgue um injustiçado, vítima de “bullyng”. E se forem educadas e inteligentes então, já era! ODIADAS POR TODA ETERNIDADE.


Se engana quem acha que só acontece nos ambientes de trabalho. Basta a existência da bela, e ela nem sabe que está incomodando 90% das pessoas que estão por perto. E cooomo incomoda… Acha exagero? Pergunte a uma bonita!

E é assim, olham torto, viram a cara. Se a bela da um bom dia, boa tarde e boa noite, de costume ela já não espera respostas. Claro, como assim, bonita e educada? Sua anormal!

Peraí, vocês estão achando que falo isso porque to aqui me achando aí no quadro das bonitonas? No mínimo me considero lá no razoável, mas sim, avida inteira reparei e tentei entender esse fenômeno. Alguns dizem que é coisa de mulher.

E Foi hoje que tive essa certeza. Normal, algumas pessoas não gostam de você, você sabe, mas mantém a educação. Se a pessoa for de alguma forma importante para você, aí até da para questionar. Mas isso quase nunca ou nunca acontece.

Hoje, indo para o trabalho, uma conversa começa a atrapalhar minha deliciosa leitura, e por mais que eu tente, não consegui não ouvir, só se eu fosse surda, pois algumas pessoas falam alto, muito alto!
...
- Aquelas meninas de academia, o que adianta ter um corpo tão bonito e serem tão burras?
- aham, é!
- Lá onde faço, tem muitas dessas. Nossa, tem uma lá que é bonita, muito bonita. Eu acho o corpo dela melhor do que a de fulana. E a fulana, nossa ela é muito estranha.
- Verdade!
- E aquele cara lá, nossa ele é um gato. Meu Deus que homem é aquele, não da para não olhar para ele. Que homem! E é claro que aquela namorada dele faz academia junto dele. Ela não é nem louca de deixar um homem daquele sozinho.
- Aham!
- E ela pega muito peso, tem mó voz de traveco. Nossa horrível.

Enquanto isso tento vencer uma força maior junto com a safada da curiosidade tentando virar meu pescoço e eu penso, “não vou olhar agora!” E então, começo a me distrair e penso: APOSTO, que a menina da academia é muito gata, linda de viver. E APOSTO que nem sabe da existência dessa moça que tanto falou dela aqui no ônibus!

Pronto, hora de descer,
 claro, dei uma leve viradinha para trás, virei novamente com um leve sorrisinho discreto para mim mesma. E fiquei satisfeita em confirmar o que eu já sabia. APOSTO que a menina da academia é bonita mesmo.
E no nosso dia a dia, vamos reparando como as coisas acontecem. Eu sempre me achei muito tipo “Corinthians”, sabe assim, se eu não sou amada sou indescritivelmente odiada, e sem meio termo. E é isso que me fez achar que estou lá pelo menos no razoável, já que sou tão na minha. Passei a minha vida toda tentando ser invisível, mas as pessoas sempre estão me notando de alguma forma. CHATO!
Tem também aquele bla bla blá, de que mulher bonita é vadia. Oi?
Ah sim, porque possui mais amigos homens do que mulheres, e esse é o argumento! Hmmm, não preciso falar nada, acho que mulher bonita repele outras mulheres, por motivos indecifráveis.

Daí, comecei a ler sobre o assunto, sabe como é, sou jornalista, curiosa, e tinha certeza que encontraria milhões de bonitas com esse tipo de problema, e tem, tem muitas, da uma olhadinha nessa:


Mas o que eu quero mostrar mesmo é esse texto aqui, demais da Mariana Kalil:
Texto por Mariana Kalil

28 de julho de 2011

Blog por Aí, Mariana Kalil

(Revista Donna)


Penélope Charmosa

Dia desses, estava conversando com três amigos sobre futebol, economia, política, plantas, cachorros, enfim, era um pout pourri de informações. Não lembro bem o motivo da deixa, mas um deles se virou pra mim e disse:
- Mulheres são muito mais cruéis com mulheres do que nós, homens. Dá uma olhada: olha só o quanto as mulheres adoram se medir de cima a baixo, se comparar. Homem é muito mais low profile. E, se bobear, homem repara muito menos em mulher do que vocês reparam.
Eu era a única representante feminina no grupo e poderia perfeitamente atirar o cabelo pra trás e bradar em defesa de todas as mulheres. Mas dei uma risada e devolvi.

- Vocês têm toda razão.

E fiz um adendo:

- Sobretudo as mulheres bonitas. Mulher bonita adora medir esse tipo de força.

Já reparou como mulher adora olhar a bolsa da outra mulher, o sapato, se fez chapinha no cabelo, se está de salto, se tirou o salto, se colocou silicone, botox? Já viu homem comentar da careca, da camisa polo, da calça do outro? Muito, muuuito raramente.

Lembrei desse momento entre amigos quando conheci a pesquisa apresentada por dois economistas israelenses, Bradley J. Ruffle e Ze’ev Shtudiner, da Universidade de Londres, segundo a qual mulheres bonitas têm suas chances de contratação reduzidas em até 30% em comparação às não tão atraentes. A beleza da candidata pode despertar sentidos de inveja e concorrência em quem estiver fazendo a seleção – quando esse alguém for uma mulher.

- As mulheres bonitas são julgadas pela aparência com relativa frequência, e no mundo corporativo não é diferente – confirmou um head hunter paulista.

Em São Paulo, recentemente, uma estudante de comunicação muito bonita não passou na seletiva. Foi considerada “uma distração no ambiente de trabalho” pela entrevistadora.

E a história vai ficando melhor…

De acordo com os pesquisadores israelenses, a explicação seria a suposta inveja que selecionadoras sentiriam de candidatas consideradas atraentes. Para chegar a essa conclusão, eles entrevistaram pessoas responsáveis por selecionar candidatos em diversas empresas. Descobriram que a seleção era feita quase que exclusivamente por mulheres (96%), com idade média de 29 anos. Além disso, 67% delas eram solteiras. Os pesquisadores declararam que as evidências apontavam para a inveja feminina no ambiente de trabalho como a razão principal de penalizar a beleza no processo de seleção.

***
Fim de prosa: eu sentei aqui para falar de outra coisa – do cabelo chapinha do Neymar. Neymar trocou o visual moicano pela chapinha, repararam? No quesito gols e performance, surtiu efeito. Mas ainda acho que uma máquina zero naquela cabeça ajudaria muito a resolver os problemas da Seleção.

---

Mas esse post, só as bonitas vão entender o sentido de tudo isso ;)
Até a próxima.

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Gravidez: faça o teste!

Tire a prova dos nove dos produtos disponíveis nas farmácias e não sofra mais com resultados pouco confiáveis


O teste de gravidez é o método mais procurado por mulheres em busca de uma notícia que, muitas vezes, antecipa angústia, medo e ansiedade, dependendo da circunstância. A procura começa cedo e na farmácia! Adolescentes, por medo da gravidez precoce; já as mais maduras para confirmar a notícia que vem junto com uma expectativa da gestação tardia. Vale lembrar que os testes têm sensibilidades diferentes para cada tipo de hormônio. A diferença consiste na sensibilidade. Os mais sensíveis são melhores e a probabilidade de erro é quase zero. Ele custa um pouco mais caro do que os de sensibilidade menor. “Os testes são confiáveis. Quando o resultado for positivo, não há erro: a mulher está grávida. Mas se acusar negativo e ainda surgir suspeitas é recomendado realizar o exame de sangue. Se preferir espere mais dois dias e repita o mesmo teste”, ensina o ginecologista e obstetra, Daniel Klotzel, do Hospital Albert Einstein. Os testes detectam o hormônio HCG (gonadotrofina coriônica). Para realizar o teste, o mais recomendado é fazê-lo na primeira urina do dia, que contém maior concentração de hormônios e potencializa os resultados.

Quando fazer
Faça o teste entre dois e cinco dias de atraso da menstruação. Se optar em fazer o de tira, é importante saber que, independente da cor que aparecer, a segunda linha, mesmo bem clarinha, indica que o resultado é positivo.




Deu positivo. E agora?
A primeira coisa a fazer, é procurar um médico de sua confiança, para que ele confirme o resultado do teste e prescreva as recomendações que deverão ser tomadas, como exames que vão diagnosticar sua condição de saúde e o tempo de gestação. Não descarte a ideia de que o negativo algumas vezes também pode ser positivo. Como algumas mulheres têm o ciclo menstrual irregular, é preciso contar com o nível de atraso e, neste caso, seguir o prazo de até cinco dias após o atraso para realizar o teste.

Fale com seu ginecologista
Algumas mulheres ainda veem ginecologistas como tabus e sentem vergonha de se consultar. Entenda que é muito importante uma avaliação mensal da sua saúde ginecológica. O médico indicará a maneira correta de se cuidar, prevenir e os exames de rotina que deverá realizar. Não deixe a menstruação ficar atrasada por muito tempo sem diagnóstico. Quanto mais rápido tirar as dúvidas e ouvir as recomendações médicas, mais segura a sua saúde íntima estará.
Tipos mais comuns
Os testes de farmácia mais podem ser feitos em casa mesmo. Existem dois tipos mais conhecidos: de tirinha e de caneta. Eles podem ser feitos a partir do primeiro dia de atraso do período menstrual. Veja!

Tirinha
É muito fácil! Preencha a urina até a metade de um copinho plástico, sem deixar ultrapassar a marquinha limite existente no teste. Mergulhe a parte inferior da tira na urina e deixe descansando por cinco minutos. Remova-a do copo e veja se apareceu uma segunda faixa na tira. Se a resposta for positiva, parabéns, você será mamãe!

Caneta




Remova a tampa e aponte a caneta próxima ao jato de urina, mantenha o teste nesta mesma posição durante 15 segundos para a penetração do xixi. Em seguida, tampe-o novamente e, após 5 minutos, destampe. Se aparecer duas linhas, o resultado é positivo. Portanto, procure o seu médico e comece a preparar o enxoval!

Serviço
Precisão, Wama Diagnostica
SAC: (16) 3377-9977

Confirme, Alamar
SAC: (11) 4066-7244

Clear Blue, Novartis
SAC: 0800 7758181

Gravtest, Cimed
SAC: 0800 7044647

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Amor em crise financeira

Drible a falta de grana e salve sua relação. Mas, antes, veja até que ponto bancar sozinha todas as despesas vale realmente a pena

No começo da relação tudo é muito bom, mas à medida que vamos conhecendo a pessoa, os conceitos mudam pra melhor ou... pior, especialmente quando o assunto é grana. Ora, são eles que estão desempregados e no vermelho; ora somos nós, que não temos dinheiro nem para pagar o ônibus que nos levará ao encontro. Se esse é o seu caso, saiba que é possível salvar a relação desse abismo entre o coração e a conta bancária, garante o psicólogo Alexandre Bez. Antes de mais nada, aconselha, estabeleça um planejamento financeiro a dois. “Organizem-se, façam as contas, alinhem o discurso. O casal deve encontrar alternativas para reduzir os gastos e investir no futuro. Não seja impulsiva, converse, reduza os gastos e economize junto com ele”, ensina o psicólogo. Viu só? Então siga as dicas, drible os imprevistos e saiba até que ponto é possível segurar a onda sem colocar essa união em risco.



Sexualidade em baixa
A crise financeira acarreta muito mais problemas para os homens do que para as mulheres. Segundo o psicólogo, o primeiro reflexo das dificuldades econômicas atinge diretamente a atividade sexual do casal, pois os homens não procuram a mulher com tanta frequência quando estão com a conta bancária no vermelho. Além disso, quando o trabalho não vai bem, eles ficam estressados e descontam na mulher e nos filhos. “A crise financeira atrapalha. Diminui o carinho e o afeto entre o casal e ambos mudam o comportamento. Também aumentam as brigas e abrem espaço para a traição”, aponta Bez. Nessa hora, é preciso exercitar e muito a capacidade de compreensão, observa.

Seja compreensiva
A situação do seu amado pode ser apenas uma fase. Portanto, saiba compreender o lado dele. O apóie e o ajude a correr atrás de oportunidades melhores. Isso, claro, desde que ele aceite ajuda. Para Alexandre Bez, respeito é um dos pontos: “Agindo assim implicitamente você despertará a confiança dele o que é muito bom para o relacionamento”, garante. Tudo tem um lado positivo!

Ele não sai mais comigo
No namoro, a falta de dinheiro também atrapalha. Chega o fim de semana e dá aquela vontade de vê-lo, de pegar um cineminha ou sair pra jantar, enfim, fazer um programa a dois. Só que ele não pode e diz que está sem dinheiro. Até aí tudo bem, mas se ele sempre alega falta de grana, pode estar arrumando mesmo é um pretexto para não sair com você. “A falta de grana pode servir de desculpa para o término de um relacionamento, principalmente se ele não tiver coragem de conversar sobre assunto. Com esse argumento, simplesmente se afasta, mesmo gostando”, diz o psicólogo.

Quando a mulher ganha mais
Para alguns homens, a mulher ter um salário superior pode ser um enorme incômodo, principalmente se ele for machista. Segundo o especialista, muitos chegam a se ofender com essa condição da mulher. “Os homens se vêem na obrigação de pagar tudo quando sai com uma mulher. É um meio de provar que podem fazer isso e até uma forma de impressionar a companheira”, afirma o psicólogo. Por esses motivos, segundo Bez, ele pode não preferir ficar em casa assistindo filmes ou qualquer outra coisa não precisará por a mão no bolso. “Mas que pode ser bem divertido. Só tome cuidado para não cair na rotina, pois com o tempo a falta de diversão pode ser por um ponto final nessa relação”.

Crie, economize e curta
Se a ideia é um jantar um romântico e o dinheiro está curto, prepare-o você mesma sem sair de casa. Deixe os pratos com uma cara deliciosa, apague as luzes e acenda velas. Vale até ligar o som e deixar uma música romântica bem baixinha criar um clima. Depois do jantar sugira ideias para apimentar a noite. Vocês não vão gastar com restaurante e nem com o motel. Então, anime-se!
Eu sempre banco tudo
Pagar uma vez o cinema é válido, mas preste atenção no comportamento dele. Se perceber que ficou quieto e não se manifestou, pense duas vezes antes de levar essa relação em frente. Ele pode se acostumar com a ideia e se aproveitar da situação. Agora se ele desaprova que você pague e se notar que ficou incomodado, é sinal de que seu homem não é um oportunista. É antiprodutivo entrar de cabeça num relacionamento se você não o conhece muito bem. Fuja de qualquer cilada, mesmo que esteja apaixonada. Avalie a situação do outro. Se ele tem algum problema de estabilidade, inclusive financeira, seja cautelosa. Mantenha a cabeça no lugar e pense bem antes de se apaixonar e acabar no prejuízo”, avisa Bez.


Quem paga a conta?
A carência e o medo de ficar sozinha são os maiores motivos para que você entre numa fria. “Passe a gostar mais de si mesma, cuide-se, mantenha a mente ocupada, faça ginástica, saia com os amigos, faça cursos e tudo o que lhe proporcione prazer”, recomenda. Não é saudável sempre pagar sozinha a entrada do motel, por exemplo. A dica é dividir as contas: metade para cada um e ambas as partes devem concordar, conclui o psicólogo.




sábado, 3 de janeiro de 2015

Mulheres: Infecção urinária no verão

Com medidas simples e higiênicas, é possível passar a temporada livre da ardência e das dores na hora de fazer um simples xixi


Além de férias, praia, descanso e diversão, o calor também é sinônimo de perigo contra nossa intimidade. Nesta época, o suor genital é inevitável. Com ele, ficamos mais suscetíveis às infecções no trato urinário, a famosa ITU. Os principais órgãos afetados são rins, bexiga, próstata e uretra, normalmente contaminados por bactérias, fungos e microorganismos com a exposição da intimidade em banheiros sujos, piscinas e praias. Responsável por mais de 90% dos casos de infecção urinária, a bactéria Escherichia Colia é mais comum. Quem prende a urina por muito tempo, mesmo sem pensar, também favorece sua proliferação no organismo. “Usar calça jeans apertada, absorventes diários e roupas que abafam as partes íntimas ajudam a causar infecções, principalmente no calor”, adverte a ginecologista Rosa Maria Neme, acrescentando que, se tem o hábito de usar absorventes internos ou diários, é preciso realizar a troca a cada três horas, no máximo. “Se entrar no mar ou na piscina, não fique com a roupa de banho molhada por muito tempo. Prefira sabonete íntimo, durma sem calcinha e, durante, o dia use calcinha com forro de algodão”, recomenda.


Atitudes vitais
Ninguém está livre de sofrer uma infecção urinária, mas as mulheres são as maiores vítimas. Portanto, prevenir ainda é o melhor remédio. E fique atenta aos sintomas. Diante de dores ao urinar, sangramento durante e logo após a micção, é infecção na certa. Se a dor logo embaixo do ventre vir associada à febre alta, procure um médico imediatamente. “Para evitar a infecção, é bom beber bastante líquido, não prender a urina, manter a higiene íntima adequada e visitar o ginecologista regularmente”, aconselha Rosa Maria. Se sentir fortes dores, procure logo um médico para checar se há infecção. Só ele poderá diagnosticar o tipo de bactéria e prescrever o melhor remédio para aliviar os sintomas. O tratamento é feito, normalmente, à base de antibióticos específicos.

Duração do tratamento
Cada caso é um caso. Dependendo do tipo de infecção e do antibiótico receitado, o tratamento, interrupto, poderá durar de 3 a 15 dias. O cuidado maior deve ser com as gestantes, que terão de ser tratadas com um antibiótico específico, pois na maioria dos casos, as bactérias infeccionam os rins. A grávida deverá fazer o tratamento corretamente para evitar maiores problemas, podendo até ficar internada e submetida à cirurgia.

Contágio pelo sexo
O homem com infecção urinária é uma fonte de risco para a mulher também, Segundo Rosa Maria, a infecção não tem um diagnóstico visível, o que dificulta, numa primeira relação sexual, saber se o parceiro sofre ou não o problema. Mas o homem também sente sensibilidades na hora de urinar e no canal da bexiga. “Portanto, se ele tiver infecção, o risco de transmiti-la para a mulher é grande”, alerta a ginecologista. Então, atenção! Só pratique o ato sexual com camisinha e exija higiene também do parceiro para evitar problemas futuros com sua intimidade.

Medidas preventivas
A prevenção ainda é a atitude mais eficaz contra esse mal. No calor, durante o banho, lave bem as partes íntimas com o sabonete de preferência líquido e indicado para essa região, pois o sabonete em pedra usado também no corpo todo, potencializa a proliferação de bactérias. Lave bem também o fundo das calcinhas debaixo do chuveiro, aproveitando a água morna. Coloque para secar em um ambiente arejado, depois passe o ferro na temperatura certa para matar os germes.