terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Boa noite, Cinderela

Sair para se divertir é sempre bom, mas é preciso ficar atenta para não cair no velho golpe dos coquetéis que ainda faz milhares de vítimas por aí


Sair com os amigos para se divertir é sempre tentador. Um barzinho, uma festa, um drink aqui, outro ali... O problema é que tanta agitação acaba deixando as pessoas desatentas o que as tornam presas fáceis para os golpistas. Este mês a polícia prendeu em São Paulo, parte de uma quadrilha que aplicava o velho golpe Boa noite Cinderela. Os criminosos são acusados de entorpecer e roubar pelo menos 12 pessoas, na capital. No inicio do ano outras duas pessoas morreram depois de ingerir uma alta dose da droga utilizada pelos bandidos para dopar as vítimas. Portanto, ligue o sinal de alerta e não deixe que um deslize acabe com a sua festa e coloque a sua segurança em risco. Siga as dicas de Arthur Andrade psiquiatra do Centro de informações sobre saúde e álcool (CISA) e cuide-se!

Droga misturada com bebida
O principal conselho para não cair nessa cilada é nunca descuidar do seu copo. Pois, segundo o especialista, este pode ser o momento em que o bandido que pode ter diversas intenções, coloque a droga na sua bebida. “O Boa noite Cinderela é um mix de várias drogas que, na maioria das vezes, é misturado com algum drink, tornando-se totalmente imperceptível, pois não muda o sabor e nem a cor da bebida”, alerta. As pessoas só se dão conta de que caíram no golpe depois que acordam atordoadas e percebem que foram roubadas, ou pior, que sofreram violências.

Bebidas perigosas
O psiquiatra adverte: “Não há uma substância certa para fazer esta droga. Geralmente é colocado um hipnótico, na bebida da vítima. Essas substâncias dão sono e são preparadas com o objetivo de deixar as pessoas alucinadas. Alguns criminosos misturam êxtase ao coquetel, outros usam alucinógenos para entorpecer a vítima, mas eles sempre despejam a droga em bebidas fortes como o wisque, conhaque e vodka.” Geralmente os golpistas são assassinos e agressores que dopam suas vitimas para roubá-las ou abusar sexualmente delas. “Isto porque o efeito que a droga age diretamente no sistema nervoso, provocando amnésia e inconsciência, assim a vitima fica totalmente vulnerável aos bandidos”, ratifica Andrade.

Converse com seus filhos
Os jovens são os primeiros alvos dos bandidos. Segundo o psiquiatra, isso acontece porque eles querem ter novas experiências, o que é normal e faz parte da juventude, só que a empolgação pode acarretar um pouco de inconsequência. “A animação faz com que eles tomem atitudes, muitas vezes, prejudiciais! Isto pode gerar várias conseqüências graves e causar sérias frustrações no futuro.” Por isso, os pais precisam ficar de olho nos filhos, principalmente quando eles estão enfrentando fases de mudanças. “Prestar atenção no comportamento e buscar conhecer as companhias dos filhos, são atitudes fundamentais. Persista nas recomendações antes de deixá-los sair de casa, saber impor limites é essencial”, orienta Andrade. Segundo ele, é muito importante que os pais conversem com os filhos para que eles aprendam a ter responsabilidade e controle de suas próprias atitudes.

Denuncie!
Este golpe não é novo e, segundo o especialista, não existem dados que comprove o número de vítimas. “Muitas vezes as pessoas sentem-se inibidas ao falar sobre o assunto, principalmente aquelas que saíram na noite para curtir e tornaram-se vítimas de estupro”, pondera o psiquiatra. “Por isso o velho golpe continua funcionando e fazendo milhares de vítima ano após ano”, conclui. Vale lembrar que a prisão das quadrilhas já identificadas só foi possível porque as vítimas deram seus depoimentos aos policiais.  Então, não se descuide para que essa tragédia não aconteça com você, mas se isso acontecer com você ou com alguém da sua família, denuncie. Só as vítimas são capazes de dar aos policiais detalhes fundamentais para a investigação dos casos.


Atenção!
Não existe um perfil dos golpistas, eles podem ser pessoas com problemas psicológicos; criminosos com a intenção de fazer algum mal; assaltantes; ou apenas um falso amigo que quer ver o outro alucinado. Desconfie de todos!

0 Opiniões: