quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Mulher bonita sofre

Taí, uma pesquisa que fiz que comprova o que eu acredito fielmente. Mulheres consideradas razoavelmente bonitas, muito bonitas ou lindas Sofrem sempre mais do que qualquer indivíduo que se julgue um injustiçado, vítima de “bullyng”. E se forem educadas e inteligentes então, já era! ODIADAS POR TODA ETERNIDADE.


Se engana quem acha que só acontece nos ambientes de trabalho. Basta a existência da bela, e ela nem sabe que está incomodando 90% das pessoas que estão por perto. E cooomo incomoda… Acha exagero? Pergunte a uma bonita!

E é assim, olham torto, viram a cara. Se a bela da um bom dia, boa tarde e boa noite, de costume ela já não espera respostas. Claro, como assim, bonita e educada? Sua anormal!

Peraí, vocês estão achando que falo isso porque to aqui me achando aí no quadro das bonitonas? No mínimo me considero lá no razoável, mas sim, avida inteira reparei e tentei entender esse fenômeno. Alguns dizem que é coisa de mulher.

E Foi hoje que tive essa certeza. Normal, algumas pessoas não gostam de você, você sabe, mas mantém a educação. Se a pessoa for de alguma forma importante para você, aí até da para questionar. Mas isso quase nunca ou nunca acontece.

Hoje, indo para o trabalho, uma conversa começa a atrapalhar minha deliciosa leitura, e por mais que eu tente, não consegui não ouvir, só se eu fosse surda, pois algumas pessoas falam alto, muito alto!
...
- Aquelas meninas de academia, o que adianta ter um corpo tão bonito e serem tão burras?
- aham, é!
- Lá onde faço, tem muitas dessas. Nossa, tem uma lá que é bonita, muito bonita. Eu acho o corpo dela melhor do que a de fulana. E a fulana, nossa ela é muito estranha.
- Verdade!
- E aquele cara lá, nossa ele é um gato. Meu Deus que homem é aquele, não da para não olhar para ele. Que homem! E é claro que aquela namorada dele faz academia junto dele. Ela não é nem louca de deixar um homem daquele sozinho.
- Aham!
- E ela pega muito peso, tem mó voz de traveco. Nossa horrível.

Enquanto isso tento vencer uma força maior junto com a safada da curiosidade tentando virar meu pescoço e eu penso, “não vou olhar agora!” E então, começo a me distrair e penso: APOSTO, que a menina da academia é muito gata, linda de viver. E APOSTO que nem sabe da existência dessa moça que tanto falou dela aqui no ônibus!

Pronto, hora de descer,
 claro, dei uma leve viradinha para trás, virei novamente com um leve sorrisinho discreto para mim mesma. E fiquei satisfeita em confirmar o que eu já sabia. APOSTO que a menina da academia é bonita mesmo.
E no nosso dia a dia, vamos reparando como as coisas acontecem. Eu sempre me achei muito tipo “Corinthians”, sabe assim, se eu não sou amada sou indescritivelmente odiada, e sem meio termo. E é isso que me fez achar que estou lá pelo menos no razoável, já que sou tão na minha. Passei a minha vida toda tentando ser invisível, mas as pessoas sempre estão me notando de alguma forma. CHATO!
Tem também aquele bla bla blá, de que mulher bonita é vadia. Oi?
Ah sim, porque possui mais amigos homens do que mulheres, e esse é o argumento! Hmmm, não preciso falar nada, acho que mulher bonita repele outras mulheres, por motivos indecifráveis.

Daí, comecei a ler sobre o assunto, sabe como é, sou jornalista, curiosa, e tinha certeza que encontraria milhões de bonitas com esse tipo de problema, e tem, tem muitas, da uma olhadinha nessa:


Mas o que eu quero mostrar mesmo é esse texto aqui, demais da Mariana Kalil:
Texto por Mariana Kalil

28 de julho de 2011

Blog por Aí, Mariana Kalil

(Revista Donna)


Penélope Charmosa

Dia desses, estava conversando com três amigos sobre futebol, economia, política, plantas, cachorros, enfim, era um pout pourri de informações. Não lembro bem o motivo da deixa, mas um deles se virou pra mim e disse:
- Mulheres são muito mais cruéis com mulheres do que nós, homens. Dá uma olhada: olha só o quanto as mulheres adoram se medir de cima a baixo, se comparar. Homem é muito mais low profile. E, se bobear, homem repara muito menos em mulher do que vocês reparam.
Eu era a única representante feminina no grupo e poderia perfeitamente atirar o cabelo pra trás e bradar em defesa de todas as mulheres. Mas dei uma risada e devolvi.

- Vocês têm toda razão.

E fiz um adendo:

- Sobretudo as mulheres bonitas. Mulher bonita adora medir esse tipo de força.

Já reparou como mulher adora olhar a bolsa da outra mulher, o sapato, se fez chapinha no cabelo, se está de salto, se tirou o salto, se colocou silicone, botox? Já viu homem comentar da careca, da camisa polo, da calça do outro? Muito, muuuito raramente.

Lembrei desse momento entre amigos quando conheci a pesquisa apresentada por dois economistas israelenses, Bradley J. Ruffle e Ze’ev Shtudiner, da Universidade de Londres, segundo a qual mulheres bonitas têm suas chances de contratação reduzidas em até 30% em comparação às não tão atraentes. A beleza da candidata pode despertar sentidos de inveja e concorrência em quem estiver fazendo a seleção – quando esse alguém for uma mulher.

- As mulheres bonitas são julgadas pela aparência com relativa frequência, e no mundo corporativo não é diferente – confirmou um head hunter paulista.

Em São Paulo, recentemente, uma estudante de comunicação muito bonita não passou na seletiva. Foi considerada “uma distração no ambiente de trabalho” pela entrevistadora.

E a história vai ficando melhor…

De acordo com os pesquisadores israelenses, a explicação seria a suposta inveja que selecionadoras sentiriam de candidatas consideradas atraentes. Para chegar a essa conclusão, eles entrevistaram pessoas responsáveis por selecionar candidatos em diversas empresas. Descobriram que a seleção era feita quase que exclusivamente por mulheres (96%), com idade média de 29 anos. Além disso, 67% delas eram solteiras. Os pesquisadores declararam que as evidências apontavam para a inveja feminina no ambiente de trabalho como a razão principal de penalizar a beleza no processo de seleção.

***
Fim de prosa: eu sentei aqui para falar de outra coisa – do cabelo chapinha do Neymar. Neymar trocou o visual moicano pela chapinha, repararam? No quesito gols e performance, surtiu efeito. Mas ainda acho que uma máquina zero naquela cabeça ajudaria muito a resolver os problemas da Seleção.

---

Mas esse post, só as bonitas vão entender o sentido de tudo isso ;)
Até a próxima.

3 Opiniões:

Anônimo disse...

Nossa mega me identifiquei. Eu sofri perseguição a vida toda. Mas qdo isso acontece na familia, aí...a coisa fica séria. Um dia em uma discussão com minha irmã, ela sapecou a seguinte revelação: a vida inteira vc me humilhou, vc é a mais inteligente, a mais educada, a mais isso.., a mais aquilo ....vc só fez mal pra mim. Somos bem diferentes no físico, no comportamento,nos gostos..e cada um é um.. Achava que a postura que eu adotara, em relação a ela, amenizaria tudo ou até mesmo sanaria essa "diferença". De uma certa forma, passei a vida me desculpando por ter uma aparência melhor e achando "descupável" todas as atitudes consequentes desta situação. Saber do ciumes, vamos chamar assim, eu sempre soube, mais daí ouvir as "magoas" tet à tet, foi devastador para nossa amizade. Rolou de tudo na confissão, até nome mais bonito, cabelo...foi uma mazela de sentimentos de assustar e de despertar dó, nas duas" Nossa amizade ruiu. Estou muito triste e sempre me lembro disso. Podiamos ser parecidas e nada disso aconteria. Sofrer por causa da aparencia na rua, tiro de letra..mas em familia, não dá! Triste!

Anônimo disse...

Nossa mega me identifiquei. Eu sofri perseguição a vida toda. Mas qdo isso acontece na familia, aí...a coisa fica séria. Um dia em uma discussão com minha irmã, ela sapecou a seguinte revelação: a vida inteira vc me humilhou, vc é a mais inteligente, a mais educada, a mais isso.., a mais aquilo ....vc só fez mal pra mim. Somos bem diferentes no físico, no comportamento,nos gostos..e cada um é um.. Achava que a postura que eu adotara, em relação a ela, amenizaria tudo ou até mesmo sanaria essa "diferença". De uma certa forma, passei a vida me desculpando por ter uma aparência melhor e achando "descupável" todas as atitudes consequentes desta situação. Saber do ciumes, vamos chamar assim, eu sempre soube, mais daí ouvir as "magoas" tet à tet, foi devastador para nossa amizade. Rolou de tudo na confissão, até nome mais bonito, cabelo...foi uma mazela de sentimentos de assustar e de despertar dó, nas duas" Nossa amizade ruiu. Estou muito triste e sempre me lembro disso. Podiamos ser parecidas e nada disso aconteria. Sofrer por causa da aparencia na rua, tiro de letra..mas em familia, não dá! Triste!

Anônimo disse...

O maior problema das mulheres bonitas "bonitas mesmo", é que na grande maioria dos casos, são metidas e se sentem superiores, isso é um fato.