segunda-feira, 10 de julho de 2017

A saúde do seu Pet também começa pela boca

Por Joyce Barreto Chicon

Entenda porque é tão importante se preocupar com a higiene bucal do seu animal de estimação



Algumas pessoas encaram como um ato de “frescura” de alguns donos com seus cães, outras acham que é apenas um mimo a mais. Mas a verdade mesmo é que se trata de um cuidado necessário com a saúde do seu amigo peludo. Eles não são tão diferentes de nós, seres humanos, e uma escovação diária em seus dentes, podem prevenir doenças sistêmicas. Por exemplo, o tártaro é um problema comum em cães e gatos, 90% dos bichinhos possuem esta e outras doenças dentárias.

A falta de manutenção nos dentes do animal facilita o surgimento de placas bacterianas que são responsáveis por inflamações nas gengivas, e se não tratadas corretamente, podem evoluir para uma periodontite, inflamação nos tecidos que sustentam e prendem os dentes à boca. É o que afirma o médico veterinário e professor André Luís Fonseca da UFMS.


O jeito certo de escovar
O primeiro passo é separar uma escova de cerdas macias para o seu pet, uma dica são aquelas escovinhas dentárias para recém-nascidos, que são bem molinhas. Os dedais emborrachados que imitam escovas também são boas opções, embora de alcance bucal menor. “Nem sempre os animais vão aprovar a escovação, mas você como dono, deve tornar um hábito. Se não tem tempo para escovar uma vez por dia, tente pelo menos, três vezes na semana”, recomenda.



Importante: cada animalzinho deve possuir sua própria escova de dente, mais uma vez, assim como para nós seres humanos.

O creme dental também deve ser específico para o uso animal, é fácil encontrar em pet shops que contenham farmacinhas para animais. Você encontra de vários tipos, com diversos aromas e sabores para agradar o paladar do seu bichinho.

Antes de iniciar a escovação, não deixe de levá-lo a um veterinário, que irá auxiliar você em como proceder com a escovação, além de explicar melhor todos os detalhes da prevenção. Como um bom dono, você sabe que as visitas ao consultório do especialista devem ser feitas no mínimo a cada 4 meses. Priorize a vida do seu pet.

Mitos e verdades
Nem tudo o que ouvimos por aí colabora realmente com a saúde dentária dos animais:

VERDADE
Existem substâncias que podem ajudar na higiene bucal do pet. Algumas substâncias químicas colaboram com a prevenção das placas bacterianas e, algumas, podem ser acrescentadas na água dos animais sem prejudicar a saúde dele. É importante ressaltar que se trata de um método auxiliar, que deve ser recomendado por um profissional, mas não substitui a escovação.

Mito
Apenas comida caseira proporciona o aparecimento de tártaro. Na verdade o tártaro é formado independente do tipo de comida que o animal consome. Mesmo assim, a recomendação é que o alimente apenas com ração, pois é um alimento preparado especialmente para cães e gatos, e possuem a quantidade de vitaminas e minerais essenciais para o bom desenvolvimento do seu animal.

Mito
Ossinhos combatem tártaro. Os cães passam a roer esses produtos incessantemente, mas esta atitude pode comprometer a placa dentária do animal. Durante o ato, a placa será raspada e abrirá caminho para bactérias. Então, evite!

Posted on segunda-feira, julho 10, 2017 | Categories: ,